• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    É impossível viver sem mentir?







    Esta declaração não poderia ser mais direta e clara: “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo...” - Efésios 4:25

    A cultura a nossa volta logo se levanta para dizer que não é possível viver sem mentir. O que é uma declaração de paternidade da humanidade caída: “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” -  João 8:44


    Um servo de Deus não pode racionalizar a ordem Bíblica em Efésios ou a declaração clara de Cristo.

    A questão é: Por que mentir?

    Sem dúvidas existem centenas de maneiras diferentes pelas quais podemos mentir – mas todas elas fluem de uma mesma motivação.

    Mentimos porque queremos obter prazer de alguma forma.

    O prazer de impressionar os outros...
    O prazer de conseguir ganhar mais dinheiro... (sonegando impostos, por exemplo...)
    O prazer de ganhar posição para mim ou para pessoas que gosto.
    O prazer de impressionar os amigos.
    O prazer de ser visto como um sucesso.
    O prazer de ser visto como mais espiritual.
    O prazer de não se sentir tão culpado... mentindo para os outros, para nós... e a loucura das loucuras, para Deus. Racionalizamos...
    Poderíamos continuar acrescentando itens a lista... é isso que queremos encontrar – obter prazer.

    Então, como posso parar de mentir?

    No homem natural, por fim, a mentira sempre vence: “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai... Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” -  João 8:44

    Mas Paulo está falando com os crentes em Éfeso: “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo...” - Efésios 4:25
    Para estes (nós) a chave está em entender – se somos regenerados – é entender que a mentira nos faz perder um prazer infinitamente maior – o maior de todos os prazeres. Olhar a questão simplesmente como um princípio moral – o que o mundo pode fazer – jamais levará alguém onde Deus está ordenando – aqui também precisamos do poder expulsivo de um afeto muito maior... de um prazer muito maior.
    Isso é o que Jesus ensinou.

    Jesus ensinou que devemos dizer a verdade: “Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.” - Mateus 5:37 - E ele nos diz o porque em João 14:21:
    "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama. E aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele."

    Então, se amarmos e guardarmos os mandamentos de Cristo (incluindo  dizer a verdade) Ele promete que irá manifestar-Se a nós - o que significa que teremos ainda mais da sua proximidade e presença. Esta sempre é a razão da santidade – comunhão! – “Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” -  1 Pedro 1:16 – Sem desejo intenso por comunhão... outros prazeres tomarão a dianteira – e você repetirá o que o mundo diz – não dá para viver sem a mentira. Mas nós sabemos porque o homem diz isso: “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai... Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” -  João 8:44

    A promessa da manifestação crescendo aos regenerados que os impulsiona a obediência: "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama. E aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele." – João 14.21

    Isto é enorme - porque é só na presença de Jesus que há plenitude de alegria: Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há fartura de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente.” - Salmos 16:11 – é onde todos os nossos anseios são satisfeitos: “E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.” - João 6:35 – é onde toda a sede do coração se esvai: “E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre.” - João 7:37-38

    A verdade ( só para os regenerados ) é que a proximidade e presença de Jesus é infinitamente mais gratificante do que qualquer outro coisa...

    Do que impressionar outras pessoas...
    Do que obter dinheiro... ou economizá-lo mentindo, sonegando...
    Ter alguma posição ou vantagem.
    Impressionar os outros...

    Portanto, a chave para parar de mentir é confiar totalmente na promessa de Jesus de que sua presença é totalmente satisfatória, e que dizer a verdade vai me trazer mais e mais da sua presença.

    Então, por que mentir? O que isso diz a respeito de nós. Ou que não somos filhos de Deus, ou que não confiamos na promessa de Cristo. É porque não confiamos que a presença de Jesus é totalmente satisfatória – confiamos que o dinheiro, ou impressionar as pessoas, ou... é mais gratificante do que Sua presença.

    Como se vence a mentira então?

    É uma batalha da fé contra a incredulidade e descrença – é batalhar pela fé contra a incredulidade – não racionalize – é pura incredulidade. Até eu confiar que Cristo é meu tesouro totalmente satisfatório, vou flertar com o cinismo do mundo quanto a vencer a mentira, e vou refletir o mundo. O que se for verdade numa base contínua, acabará me mostrando que eu estou errado quando quem é meu pai.

    Alguns passos devem ser tomados na batalha contra a tentação de mentir.
    Você não pode vencer isso com armas naturais. Vá a Cristo e confesse seu pecado de não confiar nele como seu tesouro totalmente satisfatório. Diga-lhe o profundo arrependimento que está em seu coração. Olhe para a cruz como a única maneira de você ser perdoado – “E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” - João 3:14-15 – “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” - 1 João 1:9

    Peça ao Pai para derramar o Seu Espírito...

    Quando quero impressionar as pessoas mais do que desejo Cristo, isto mostra um grave problema  no coração. Isso mostra que o pecado me cegou, me enganou, me tomou por presa.

    Precisamos que... 

    ...o Espírito mude o coração – “Mas ele respondeu: As coisas que são impossíveis aos homens são possíveis a Deus.” - Lucas 18:27

    ...fortaleça a fé – “E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade.” - Marcos 9:24

    ...e nos ajude a sentir a glória toda satisfatória de Cristo – “Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.” - 2 Coríntios 4:6

    Defina e fixe o seu coração em Jesus como Ele é revelado na Palavra de Deus.

    O que faz com que seu coração seja o oposto do coração do homem natural... em como pensa no dinheiro, em impressionar os outros, ter uma imagem, adquirir vantagens... Fixe o coração em Cristo como fixo é o coração do homem natural nestas coisas.

    Como? Fixe todos os dias sua mente nas Escrituras e encontre nelas tudo o que mostre a majestade de Cristo, sua autoridade, compaixão, misericórdia, santidade... Onde as Escrituras descrevem Sua vida, morte, ressurreição, ascensão... Orando sobre as Escrituras... esta é a batalha contra a incredulidade – que é a raiz da mentira que deve ser mortificada... Ore pedindo ao Espírito que ilumine os olhos do coração para você sentir e saborear a glória de Cristo.

    O trabalho diário do Espírito e nos levar a confiar em Jesus como tesouro totalmente satisfatória, onde nos deliciamos e o desejamos mais do que qualquer outra coisa. Tudo começa e termina com a vitória sobre a incredulidade... Tudo começa e termina com a confiança em Cristo.

    Então confie nEle...

    Como seu tesouro totalmente satisfatório: “Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo.” - Mateus 13:44

    Para lhe dar ainda mais de sua proximidade e manifestação a medida que você está comprometido com a verdade: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.” - João 14:21

    Para satisfazê-lo em Si mesmo (nEle), infinitamente mais do que você já sentiu prazer em impressionar os outros: “Como podeis vós crer, recebendo honra uns dos outros, e não buscando a honra que vem só de Deus?” - João 5:44

    Para cuidar de suas finanças: “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” - Mateus 6:33
    Para ajudá-lo em nunca procrastinar nesta direção: “Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade.” - Filipenses 2:13

    Então, confiando em Suas promessas – diga a verdade, para de mentir:

    “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo...” - Efésios 4:25

    “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” -  João 8:44