• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Se o cristianismo for falso...








    C. S. Lewis disse certa vez algo que tem sido esquecido hoje: “O cristianismo se for falso, não tem importância nenhuma, e se for verdadeiro, tem uma importância infinita. A única coisa que ele não pode ser é moderadamente importante”.


    Em um mundo onde tudo gira em torno de outo-proteger-se, se promover, se preservar, divertir-se, se consolar, cuidar de si mesmo... Jesus disse: “Negue-se!... Morra!... Mate-se!...” – Em algum ponto do caminho, em meio a muitas marés culturais e populares, minimizamos o chamado de Cristo ao abandono total de nós mesmos.


    Com  a intenção de alcançar o máximo possível de pessoas, temos de maneira sutil, enganosamente, mas sistematicamente, minimizado a magnitude do que significa seguir a Cristo. Substituímos as palavras desafiadoras de Cristo por frases banais na pregação de nossos dias. As consequências são catastróficas... multidões de homens e mulheres, neste instante, acham que são salvos de seus pecados e não são. Milhões pensam que são cristãos e não são...  Discípulos como Pedro, Tiago, João... nos mostram que o chamado a seguir a Cristo não é aceitar um convite, fazer uma oração... é uma convocação para perder a vida: “E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará.” - Lucas 9:23-24


    Honestamente olhemos para o teste que João, o apóstolo do amor, nos convoca a fazer em sua Primeira carta:

    1)   Se dissermos que temos comunhão com Ele, e andarmos nas trevas – então... mentimos, e não praticamos a verdade – 1 João 1.6.

    2)   Se andarmos na luz, como Ele está na luz – então... temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado – 1 João 1.7

    3)   Se  dissermos que não temos que não temos pecado – então... enganamos a nós mesmos e a verdade não está em nós – 1 João 1.8

    4)   Se confessarmos os nossos pecado – então... Ele é fiel e justo par nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça – 1 João 1.9

    5)   Se dissermos que não temos pecado – então... o fazemos mentiroso, e a sua palavra não está em nós. 1 João 1.10

    6)   Não pequeis.. mas Se alguém pecar – então... temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo – 1 João 2.1

    7)   Se guardamos os seus mandamentos – então... sabemos que o conhecemos de fato – 1 João 2.3

    8)   Se alguém diz: eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos – então... é mentiroso, e nele não está a verdade – 1 João 2.4

    9)   Se alguém ama o mundo – então... o amor do Pai não está nele – 1 João 2.15

    10)         Se fossem dos nossos (Regenerados) – então teriam permanecido – 1 João 2.19

    11)         Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes – então permanecereis no Filho e no Pai – 1 João 2.24

    12)         Se sabeis que ele é justo – então sabeis que aquele que pratica a justiça é nascido dele – 1 João 2.19


    Poderíamos continuar indefinidamente olhando a seriedade do que é ter nascido de novo. Ou se de fato nascemos de novo. João diz: “ TODO aquele que é nascido de Deus vence o mundo!” – 1 João 5.4 – Mas vamos encerrar com um “se” do apóstolo Paulo: “Se alguém não ama o Senhor Jesus Cristo, seja maldito (anátema) – 1 Coríntios 16.22.

    O critério é amar como Senhor!! E a única alternativa a este amor a Cristo como SENHOR, é a condenação. Paulo poderia ter dito: “Se alguém não tiver fé em Jesus seja anátema” – Mas, em vez disso, ele fala de amor a Cristo e as implicações disso são tremendas. Uma primeira lição é de que a verdadeira fé não é um ato momentâneo e fugaz... um vai e volta... mas um compromisso com Cristo que resulta em uma ligação permanente com Ele. Ele não recebe lealdade dividida – Como vimos, João disse: “E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” - 1 João 2:3-4 ou – “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.” - 1 João 2:15 – 


    É um compromisso total no amor e devoção porque descobrimos nele o que exige todo o nosso ser. Fé salvadora significa SENHORIO absoluto de Cristo, e é significativo que é o título de SENHOR que Paulo empurra para o primeiro plano quando fala do verdadeiro amor a Cristo“Se alguém não ama o SENHOR...” – Não ama o senhorio absoluto de Cristo, (o negar a si mesmo, o amar a obediência irrestrita, o não amar o mundo...) seja maldito.”