• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Nunca chegando ao conhecimento da Verdade.




    “...aqueles que amam a tua salvação digam continuamente: Engrandecido seja Deus.” - Salmos 70:4


    ( Devocional feito baseado na leitura do Sermão nº 1013 de C. H. Spurgeon – pregado na manhã de Domingo, 01 de Outubro de 1871 no Tabernáculo Metropolitano ).


    É uma grande pena que tantos cristão professos tenham apenas um “cristianismo”de sentimento, e são completamente incapazes de explicar e justificar a sua fé. Eles vivem pela paixão meramente humana e natural, e não  por princípio que flua coerentemente de toda a Palavra.


    O “cristianismo” deles é em si uma série de paroxismos, uma sucessão de emoções. Eles foram agitados em uma determinada reunião, animados e levados por paixões, desejos naturais, entretenimento... e muitos esperam que eles tenham sido  realmente e sinceramente convertidos, mas eles não conseguiram tornar-se ao verdadeiro  discípulos que mergulham em toda a Verdade, em cada doutrina bíblia,  não são alunos, não podem dar razão da sua fé, e quando tentam, novas heresias nascem.


    Eles não se sentam aos pés de Jesus (Sola Scriptura); eles não são Bereanos que buscam diariamente as Escrituras para ver se estas coisas são assim: eles estão satisfeitos com os meros rudimentos, os elementos simples. Eles agem como crianças e precisam ser alimentados para sempre com comida para crianças, pois não podem digerir o alimento sólido do Reino. Como diz Paulo: “Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.” -  2 Timóteo 3:7


    Tais pessoas não discernem tantas razões para admirar e amar a salvação de Deus, como o iluminado crente ensinado pelo Espírito, sábio e maduro na Verdade...


    Todos nós, homens regenerados, depois de termos recebido Cristo, meditamos muito sobre a sua pessoa abençoada, e os detalhes de seu trabalho, e os vários fluxos de bênçãos que saltam adiante da fonte central do sacrifício do Calvário. Toda a Escritura é rentável, mas especialmente as Escrituras que dizem respeito a nossa salvação e as Doutrinas da Graça.


    Na vida, algumas coisas se perdem por observação e são mais admiradas quando menos compreendida; mas os ganhos do estudo do evangelho estão no extremo oposto dessa realidade: nenhum homem nascido de novo fica cansado em meditar sobre ele, nem ele encontra sua admiração diminuindo sobre a Verdade, mas aumentando diariamente em abundância.


    Bem-aventurado é aquele que estuda o evangelho de dia e de noite e descobre a alegria de seu coração nele. Tal homem terá um afeto mais estável e mais intenso para ele, na proporção em que ele percebe sua excelência e glória que supera todas as coisas tênues desta vida. O homem que recebe o evangelho superficialmente e o prende como uma questão de simples impressão e nada mais, sendo incapaz de dar uma razão para a esperança que está nele, não tem o que confirmaria seu amor por Deus como verdadeiro.


    Eles não podem amar o que realmente não conhecem, e o brado da salvação não pode ser ouvido pelo mundo a partir deles como o salmista declara: “...aqueles que amam a tua salvação digam continuamente: Engrandecido seja Deus.” - Salmos 70:4


    MEDITAÇÃO:

    Filhos de Deus não devem ser infantis no sentido de permanecer imaturos (1 Coríntios 14:20),
    ou impressionáveis (Efésios 4:14) em seu pensamento,
    mas eles devem ser infantis no sentido de serem imitadores de Deus (Efésios 5 : 1) e
    curiosos a respeito das formas que a nova vida toma. (Efésios 5: 8, 10).

    SUGESTÃO DE LEITURA ADICIONAL: Salmo 40: 1-17


    Josemar Bessa