• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Voltemos urgentemente a Intolerância.




    Que ensino é esse que se tornou tão popular hoje, que se questionado é visto como uma grande "heresia"? Tudo agora faz parte dessas "doenças" da alma, necessitando de terapia e cura: Egoísmo, egocentrismo, inveja, desonestidade, ressentimento, ódio, infidelidade, prostituição, lascívia, adultério... Pecados? Não! Doenças que precisam de longa terapia recheada de grande dose de tolerância.



    A Bíblia diz: "Fugi da prostituição" (1Co 6.18). - "Essa é a vontade de Deus para a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não no desejo da lascívia, como os gentios, que não conhecem a Deus" (1Ts 4.3-5). A "igreja" pensa poder optar por outra filosofia mais "sofisticada" e tolerante. Veja o que Paulo diz sobre isso: "Pois Deus não vos chamou para a impureza, mas para a santificação. Portanto quem rejeita essas coisas não rejeita o homem, mas sim a Deus, que vos dá o Seu Espírito Santo" (v. 7,8).


    A igreja já não tem confiança no poder do Espírito Santo para transformar o coração e o comportamento dos homens. Por não crerem no poder de Deus, encorajam a "igreja" a ser tolerante com o pecado - Que doutrina diabólica!


    A igreja crê hoje, que o que Deus nos deu em Cristo não é totalmente adequado para as nossas reais necessidades e para curar as nossas almas.


    Existe um contraste incrível entre a clareza dos conselhos bíblicos e as teorias desses supostos conselheiros cristãos: "Digo, porém, andai no espírito, e não satisfareis a concupiscência da carne" (Gl 5.16) - "Digo porém" - Aqui está o remédio. Qual é o método? É quando a carne não exerce domínio sobre nós, e quando nos sujeitamos ser governados pelo Espírito Santo de Deus.


    Tais homens com os quais Paulo falava, eram guiados pela concupiscência da carne. Tal coisa, diz Paulo, é sólida evidência de que não andavam segundo o Espírito. O homem espiritual não está isento das concupiscências da carne e seus constante apelos, todavia não é um vassalo ou escravo. Por isso não se curvam para permitir que reine sobre ele.


    Os "especialistas e profissionais" do aconselhamento, terapia e cura interior, "zombam" do poder da Palavra de Deus e do Espírito para transformar um coração e quebrar a escravidão do pecado; sexual ou seja qual ele for. Dizem: "Há alguns tipos de cristãos que creem que a Bíblia é tudo o que se precisa". Eles se referem a essas questões como "doença, conflito, comportamento compulsivo,... Pecado e arrependimento? Não estão no vocabulário cristão moderno de aconselhamento.


    Homens como esses fazem as pessoas crerem que eles tem um conhecimento secreto, especial e eficaz que a Bíblia não conhece. Sobre estes Judas falou: "Pastores que apascentam a si mesmos. São nuvens sem água, levadas pelo vento; árvores em plena estação de frutos, destes desprovidas e desarraigadas, duplamente mortas. São ondas furiosas do mar, espumando as suas próprias sujeiras, estrelas errantes... andando segundo as suas concupiscências, cuja boca diz coisas muito arrogantes, bajulando as pessoas por motivos interesseiros" (Jd 12,13,16).


    Não há qualquer conhecimento mais elevado para a angustiada alma humana, que os recursos que nos foram dados em Cristo.