• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Dependência ou morte!!






    Nações festejam anualmente seu “Dia da Independência” – Ser independente é um anseio natural do homem. Quantos jovens sonham com a independência financeira dos pais, viver a vida como acharem melhor...


    Como é diferente o que acontece no coração do homem regenerado. A história do homem natural é: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos”. - Isaías 53:6


    Em Cristo celebramos todos os dias exatamente o oposto da independência, ou seja, nossa total dependência. Todo o orgulho do homem, das nações... ao proclamarem sua independência, está morto no coração regenerado. Refletimos diariamente e nos maravilhamos com a total dependência que temos de Cristo. Isso é tão vital para nós que  todos os dias celebramos nossa dependência.


    Somos dependentes de Cristo em:



    Sua perfeita obediência...  pois sabemos que não podemos ir a Deus baseados em nenhum ato de justiça que possa fluir de nós mesmos: “E seja achado nele, não tendo a minha justiça que vem da lei, mas a que vem pela fé em Cristo, a saber, a justiça que vem de Deus pela fé” -  Filipenses 3:9


    Sua perfeição absoluta... Porque sou pecador: “Mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna” - 1 Timóteo 1:1 - Sabemos que este é o padrão de Deus, porque a medida do Seu padrão é o Seu próprio Ser – e aceitar menos que perfeição absoluta seria injustiça. Deus não pode aceitar nada que não corresponda a Sua santidade: “Mas vós sois dele, em Jesus Cristo, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção” - 1 Coríntios 1:30


    Na ira de Deus satisfeita... Porque sou completamente incapaz de satisfazer a Ira eterna de Deus contra o pecado em minha vida: “Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça”. Romanos 1:18. E não havia apenas alguma ira sobre a minha vida, a ligação entre eu e a ira eterna de Deus era tão profunda, que a ira era minha “mãe”, eu era sua prole: “e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Efésios 2:3 – Mas do que atos, era uma questão da minha natureza. Mas então: “Ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados”. - Isaías 53:5


    Da Sua justiça perfeita diante do Julgamento – Pois sou completamente injusto aos olhos de Deus – “E é evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus...”Gálatas 3.11 – Na minha completa dependência da justiça de Cristo descanso: “Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” -  Romanos 5:1 – Nele somente, morto para a Lei vivo para e em paz com Deus: “Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica” - Romanos 8:33

    Em Sua capacidade de manter-me Salvo – Eu era incapaz de me salvar, e sou incapaz de me manter salvo – Se a salvação fosse um presente, um tesouro que eu mesmo tivesse que guardar, logo o tesouro se perderia. Mas na dependência dEle e somente nela sou guardado: “Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória” - Judas 1:24 – Celebro minha completa dependência dele em terminar o que começou: “Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo” - Filipenses 1:6 – Nessa dependência descanso.


    Em sua capacidade soberana de governar este mundo... para que meus dias e acontecimentos aqui não trabalhassem no sentido contrário ao meu bem eterno: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” - Romanos 8:28 – Essa dependência me leva a descansar mesmo nos dias mais escuros da vida, sabendo que não existe coisas ou poderes existentes que possam trabalhar contra Seu propósito soberano: “Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?” - Romanos 8:31-32


    Seu amor indestrutível... Para que quando eu tropece possa ser levado ao arrependimento e não ao desespero. Para que todos os poderes contrários e todos os acontecimentos não torne turva a minha visão de que fui amado em Cristo com uma amor eterno: “Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor”. - Romanos 8:35-39


    O seu sangue precioso que jamais perde seu valor... Pois  seu que o clamor do sangue eterno tem um poder infinito: “Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado, O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós” - 1 Pedro 1:18-20


    É bom, portanto, declarar a total dependência do Salvador e estar livre de  toda auto-dependência. Eu celebro, celebro todos os dias o “dia da minha dependência”.


    Dependência ou morte!!