• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Você precisa de um milagre?





    A relação doentia da geração de Jesus com o desejo de ver “sinais e milagres” fechou seus olhos para verem a perfeita manifestação de Deus em Cristo. Não o reconheceram, não o honraram, não o temeram... o mataram!


    O Deus da Bíblia é "Soberano o bendito e único, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o único que é imortal e que habita em luz inacessível, a quem ninguém viu nem pode ver. Para ele, honra e poder para sempre! Amém. . " (1 Timóteo 6:15-16).


    Aquele a quem os céus são incapazes de conter e não pode estar circunscrito a um lugar nem retido pelo espaço, sendo infinito e onipresente... “o céu é o seu trono e a terra o estrado de seus pés!” – Pode tal ser fazer sua morada em um coração humano? Certamente isto está muito além de todo esforça humano de imaginação. O habitante da eternidade pode designar para si uma tenda no coração de um “verme” da terra? Que aquele que é infinito deva fazer sua casa em um que é finito nunca pode ser abarcado pela mente mortal. Vivemos num mundo em que as casas revelam o status de quem habita nelas. Ele,  aquele que “habita a eternidade” (Is 57.15),  habitar numa criatura do tempo é o milagre infinito da condescendência e devia levar não a um coração desejos e doentes por “milagres” ego-centralizados, mas sim a nos curvarmos diante dEle em admiração e adoração esmagadora todos os dias.


    O milagre da condescendência é completamente atordoante, o Senhor não é apenas o Alto e Sublime, que habita a eternidade, mas também aquele “cujo nome é Santo” (Isaías 57.15). Sua natureza é inefável e eternamente pura. Para Seus olhos imaculados, os céus são impuros (Jó 15.15), “as estremas não são puras aos seus olhos” (Jó 25.5. “Tu és tão puro de olhos que não podes contemplar o mal, e não podes olhar a iniquidade” (Hab 1.13).


    Entenda, seria uma coisa incrível para o grande Deus eterno fazer o seu tabernáculo em uma criatura finita mesmo que essa criatura fosse sem pecado, que será então para Aquele que é INFINITAMENTE SANTO habitar dentro de uma criatura que caiu, se tornou corrupta e vil? Isto realmente é a maravilha que será cantada pela eternidade, e o milagre da graça que é apreciado de forma real apenas na proporção que apreendemos quem Ele é, e quem nós somos. É a visão doentia que pairava sobre a geração de Cristo, focada no homem, e que cega nossa geração para a realidade da grandeza de Deus, que faz com que estejamos apáticos diante do milagre que devia ocupar nossas mentes e todo o nosso culto a Deus.


    Nós lemos que “o lobo viverá com o cordeiro, e o leopardo se deitará com o carneiro. O bezerro, o leão e o animal cevado estarão juntos” (Is 11.6) – o que é apenas um “milagre” da natureza, mas para o Santo habitar um pecador é o milagre dos milagres, a maravilha transcendente da graça!


    Se não fosse esse o claro ensino da Palavra de Deus, que o Uno e inefável Deus Santo, faça sua morada no coração de uma criatura caída, não poderíamos afirmar ou sequer imaginar uma maravilha como essa. O problema é que o coração de nossa geração não foi devidamente afetado por essa Graça incomparável, se fosse, ela clamaria sem cessar com o salmista: “Quem é como o Senhor, o nosso Deus, que reina em seu trono nas alturas, mas se inclina para contemplar o que acontece nos céus e na terra? Ele levanta do pó o necessitado e ergue do lixo o pobre, para fazê-los sentar-se com príncipes, com os príncipes do seu povo.” - Salmos 113:5-8


    O Alto e o Excelso, que habita na eternidade e cujo nome é Santo – é também  "o Deus de toda graça" (1 Pedro 5:10). É isto que devia fazer arder cada coração para os próximos cultos do resto de nossas vidas: " Pois assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é santo: "Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito" (Isaías 57:15).


    O que nos mostra o milagre infinito do poder divino. Por natureza, não existe seres humanos que tenham “um espírito contrito e humilde”. Todos os filhos de Adão nascem orgulhosos e egoístas, ególatras. O homem não regenerado é intratável, impenitente, soberbo e obstinado. É somente pela operação sobrenatural do Espírito que um ser assim pode ser feito humilde.


    Você precisa de um milagre? Você já tem, se prostre em reverente adoração, ele é suficiente para os próximos cultos do resto de sua vida.