• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Romance ou Redenção?




    "Como pode um ser humano ser ‘tudo’ para outro? Nenhuma relação humana pode suportar o fardo da divindade, e a tentativa leva a se pagar um preço alto inevitavelmente e de alguma forma para ambas as partes... Se o seu parceiro e o seu “tudo”, em seguida, qualquer falha dele se torna uma grande ameaça para você... Afinal, o que é que nós queremos quando elevamos o parceiro amoroso para uma condição de Deus? Queremos redenção – nada menos. Queremos nos livrar de nossos defeitos, de nosso sentimento de nada, queremos uma identidade... Queremos ser justificados, queremos ver que nossa vida não tem sido em vão... não era pra ser necessário, mas agora é necessário dizer que nosso parceiro não pode ser nem fazer isso”

    Ernest Becker, A negação da morte ( New York, 1973) – pg 166,167

    O romance é uma experiência gloriosa dentro daquilo que ele foi criado para ser. Uma experiência gloriosa, mas não é a experiência humana final. E a necessidade de que ela seja mais do que foi criada para ser, destrói o que ela se destina ser.

    Devemos amar o suficiente para não permitir que a pessoa amada nos forneça nossa finalidade, e sim lhe abraçar como um lembrete precioso do amor infinito do nosso Salvador.


    " Eu vos tenho amado com um amor eterno . "-  Jeremias 31:3