• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    E se você nascesse para dizer apenas uma única frase?




    Uma frase apenas. Se você tivesse nascido para dizer apenas uma frase, que frase você diria? João Batista foi um cometa que passou com uma rapidez imensa por esse planeta. Apareceu no deserto árido da Judéia, entregou sua mensagem, e tão rápido quanto apareceu, desapareceu da história. Fugaz é uma palavra que pode muito bem descrever sua passagem por aqui.


    Ele foi escolhido para vir a esse mundo e dizer uma frase. Ele veio a esse mundo para preparar o caminho do Senhor. Agora, o que a pessoa que veio ao mundo para introduzir o Filho de Deus devia dizer? Se fosse você que frase você diria?


    As pessoas que sempre pensam em ser relevantes para o mundo, ou que querem impressionar com uma “mensagem impactante”... pensariam numa frase bombástica, ou que apelasse para os desejos caídos e ego-centralizados do homem.


    Facilmente hoje a igreja pensaria numa frase do tipo: “Eis o homem que  pode ressuscitar os mortos!” – Posso imaginar outros pensando que a mensagem mais relevante seria de cunho social: “Eis o homem que pode alimentar os pobres!” – Ah! Isso seria relevante para a imprensa...


    Os que amam o misticismo diriam: “Eis o homem que comanda todas as legiões de anjos!” – Já pensou nisso! Um anjo apenas desceu sobre o acampamento de Senaqueribe, soberano dos assírios, e na manhã daquele dia 185.000 soldados valentes amanheceram mortos (2Rs 19.35) Ah! Imagine um homem que comande todos os anjos! Essas pessoas gostaria de dizer: “Eis o homem que comando todos os anjos!”


    Certamente a grande maioria dos líderes hoje diriam: “Eis aqui um homem que pode curar os enfermos...!” – Isso sim é frase importante para ser dita. Todos querem ser curados, essa introdução certamente atrairá mais pessoas! Ou diriam: “Eis aqui um homem que pode acalmar as tempestades...” – Já posso até ver a aplicação que fariam hoje: “Tem um tempestade em sua vida? Venha!” – Nós poderíamos ver as várias maneira com as quais a igreja de hoje acharia mais relevante anunciar Cristo. Todas elas voltadas para os interesses do homem.


    Mas Deus enviou um homem diferente para preparar o caminho do Senhor. Séculos e séculos antes o profeta Isaías havia profetizado sobre ele: “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus”. Isaías 40:3. E quando ele chega ao mundo é dito: “Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas”. Mateus 3:3 – Dele o próprio Cristo disse: “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista...” Lucas 7:28


    Deus enviou João Batista ao mundo, ele veio introduzir Seu Filho neste mundo; ele foi enviado para dizer esta frase introdutória: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!”


    A tragédia é que a igreja hoje discorda de Deus. O que Deus está dizendo com isso? Ele está dizendo: “Qual é o problema com este mundo? Porque meu Filho Amado se esvaziou e desceu?” – O problema não é sua pobreza, ou sua doença, ou seu sofrimento, ou sua morte, ou sua cegueira, ou sua falta de dinheiro, ou milhares de outras coisas que vocês possam pensar ser relevantes.


    Sim o pecado! A mensagem que os experts da hora na igreja, junto com psicólogos, sociólogos... riem. Ah! Os velhos pregadores que nada entendiam como João Batista...! Pensamos: “Nem sei porque Deus mandou um homem tão sem tato, sem propostas relevantes como as nossas... para ser o homem que prepararia o caminho de Cristo no mundo”


    Não há esperança alguma para lidar com o monstro que devora a humanidade, que é tão bem descrita na Bíblia, a não ser voltando para a própria Bíblia, seus “velhos pregadores”, profetas, apóstolos, reformadores, puritanos... Eles pregavam a Depravação Total de todos os homens que nascem neste mundo.


    Essa não é a doutrina de que um homem é tão vil e mal como ele pode ser, mas é a doutrina que ensina que o pecado entrou e dominou todas as faculdades e todas as emoções de nossa natureza caída. Não é uma verdade apenas sobre a parte marginal de nossa sociedade... É uma verdade sobre cada bebê que está nascendo hoje.


    Quando a igreja perde isso, ela se torna completamente irrelevante para mundo em todos os seus discurso. Deus trata não com as espinhas da superfície que o mundo acha que o está enfeiando, mas com a corrente sanguínea no coração. Tome a arma de um assassino e ele continua assassino, porque o assassinato está em seu coração. Tire o filme pornográfico da mão de um homem e ele continua imoral, porque ele o é no seu coração... Isso se aplica a tudo na vida do homem.


    É o que Deus diz firmemente e claramente. Nosso problema não está lá fora em algum lugar. Está dentro! É por isso que o que introduz o Filho de Deus no mundo é: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” – Que pena que a igreja hoje tem outras mensagens mais “relevantes”. Que trágico, quando nossa mensagem não é mais o que flui do coração do Deus Eterno!


    "No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo". João 1:29