• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Não podemos estar na carne e no Espírito...





    A herança dos que estão em Cristo é incalculável... Somos “herdeiros de todas as coisas”...

    Herdeiros da salvação – “Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?” - Hebreus 1:14

    Herdeiros da vida eterna – “Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.” - Tito 3:7

    Herdeiros da Graça da vida – “...sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida” - 1 Pedro 3:7

    Herdeiros da promessa – “Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento” - Hebreus 6:17


    Herdeiros da Justiça – “e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.” - Hebreus 11:7

    Herdeiros do reino – “...e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?” - Tiago 2:5 - E muito mais poderia ser mencionado... mas...


    O que constitui uma herança? Willian Guthrie (1620 – 1665) diz:


    “O pagamento de um soldado não é herança; também não constitui herança os honorários de um advogado ou de um médico; nem lucros do comércio; nem os salários provenientes do trabalho.

    As recompensas da fadiga e da habilidade humana são os ganhos das mãos que as recebem. O que é herdado, por outro lado, pode ser a propriedade de um recém-nascido... e assim a herança, o diadema, há muito conquistado pelo braço vigoroso da coragem de outro, e pela primeira vez incluído no brasão de um escudo gasto em combates, agora está sobre o berço do recém-nascido que chora."


    Se somos filhos somos herdeiros – Mas somos filhos? Todos os homens em Adão estão mortos em delitos e pecados – “Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), Efésios 2:5“E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados” -  Efésios 2:1 – Não podemos e não temos o poder de determinar nosso nascimento... “E vos vivificou!” – “Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” -  João 1:13

    Nascidos e mantidos vivos soberanamente! Como um defunto não pode herdar uma propriedade, assim uma alma morta não pode herdar o reino de Deus. “E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo...” - Romanos 8:17 – Filhos são herdeiros.

    Filhos nasceram soberanamente... Filhos são mantidos vivos... Sou filho? O mesmo verso continua: “...se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.” - Romanos 8:17

    Filhos tem a mesma natureza. A Verdade é a expressão do caráter de Deus... Seus filhos amam a verdade, seus filhos vivem a verdade... seus filhos não amam o mundo... “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.”  1 João 2:15 – E essa vida não está relacionada a receber um salário, é a vida de Deus se expressando em seus filhos... “...se é certo que com ele padecemos...” – Se o mundo não amou a verdade, não amou a Luz, não amou o Filho de Deus... ser transformado diariamente a Sua imagem nos coloca na mesma situação.


    Sou filho? Não é difícil usar a expressão Abba Pai – Mas quando é o Espírito que regenera um homem e faz crescer nele o grito: “Abba Pai” – temos infinitamente mais do que uma crença apenas intelectual... um auto-convencimento... temos uma nova natureza de filhos – “Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós...” - Romanos 8:9


    Não podemos estar na carne e no Espírito... e as duas situação são inconfundíveis. Todos os filhos de Deus e herdeiros em Cristo são guiados pelo Espírito a uma vida de santidade: “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.” - Romanos 8:14

    Todos os co-herdeiros com Cristo serão glorificados com Ele. O que espera você, a herança invisível ao mundo... faz você alegremente enfrentar as dores que restam nesta terra e desprezar os “prazeres transitórios do pecado”? O que você espera a cada dia que o motiva a viver e se deleitar em Deus? Você está cheio de uma esperança além desta vida que faz todos os prazeres presentes parecerem cada vez menores e todos os sofrimentos suportáveis? Isso mantinha os pés do herdeiro Paulo firmes – “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.” - Romanos 8:18


    Essa tremenda esperança, Paulo diz, é compartilhada por todos os filhos de Deus. A herança que os espera é tão grande que faz com que todos os sofrimentos, e todos os problemas num mundo que despreza Deus, despreza a Verdade, que está sob maldição de Deus, que é marcado por dor... parecer pequeno em comparação a herança... é assim que os filhos e herdeiros vivem. Este é o resultado da nova natureza pulsando em seus novos corações.


    Como a justificação é a união e comunhão com Cristo em sua justiça, e a santificação é a união e comunhão com Cristo em sua santidade, ou seu caráter santo, a adoção é a união com Cristo em sua qualidade de Filho.

    “...se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.” - Romanos 8:17 – Como com Ele, o Herdeiro de todas as cosas, sem cruz, não há coroa. Sem sofrimento, sem herança. E isso inclui tudo. Não apenas o sofrimento por perseguição da verdade... mas sim todo gemido neste mundo caído... dor,  doenças, decepções, morte... que são enfrentados de tal forma que Cristo é glorificado ante aos olhos do mundo e na prazer e deleite de nossos corações em todas essas circunstâncias. Tudo isso perdeu, nos herdeiros, o poder de tirar o deleite pleno em Cristo ou destruir a fé nascida na regeneração. Com que palavras poderosas o Apóstolo Paulo expressa isso:

    “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus. Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora. E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo. Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.” - Romanos 8:18-25