• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    O Poder de um Novo Coração!




    Paulo escrevendo a um povo que era pagão até serem chamados soberanamente por Deus diz: “E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente. Efésios 4:17


    Ao entrar no Reino de Deus, se foi de fato regenerado, o homem simplesmente não acrescenta novas coisas ao que ele era naturalmente. Aquela vida anterior era fruto de estar com o entendimento entenebrecido – nada nela é melhorada na regeneração, mas deve morrer: “não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente. Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza”. (v.18) – Paulo não está carregando na tinta, ele simplesmente está descrevendo de forma precisa o que é a vida ímpia – Vida essa (da sociedade a nossa volta ) incompatível ser amada pelo novo coração criado por Deus na regeneração. A idéia do cristão mundano – ou que continue amando esta espécie de vida, é incompatível com o ensino bíblico. A não ser na mudança superficial produzida por um evangelismo superficial e que usa os apetites do homem natural como uma espécie de isca – o que jamais produzirá filhos de Deus.


    Paulo está mostrando o que é o mundo – “Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza” – a sociedade – algo que o ‘cristianismo’ moderno, ou pós-moderno – diz que pode ser agregado ao evangelho e consagrado a Deus – Ou seja, venha com todas as suas paixões e simplesmente acrescente a elas Cristo e consagre tudo isso a Deus – Isso é Infame.
    Paulo está falando com pagãos que foram regenerados – não conquistados em uma campanha de convencimento.  Homens regenerados – e então ele está dizendo: “Não vivam mais daquela maneira se de fato você foi regenerado” – Será impossível viver como você vivia antes.


    Haverá uma completa diferença entre você e o mundo. Entre aquilo que eles acham bom, agradável, divertido... e o que você acha. Mentes diferentes vêem as mesmas coisas de modo diferentes. Corações diferentes sentem coisas diferentes diante da mesma visão – Na regeneração se recebe o poder de um novo coração.


    Paulo não deseja que vejamos a vida do mundo como algo apenas um pouco fora do alvo e do foco, ele deseja que vejamos o horror da vida do homem natural - Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza”- Vocês não devem ser um pouco diferentes – vocês devem fugir com horror desse tipo de vida que expressa a separação do mundo de Deus, estando eles entenebrecidos e separados da vida de Deus.


    Devemos estar o extremo oposto daquilo que o mundo está – “separados da vida de Deus” – A vida de Deus está em nós! “Pela ignorância que há neles” – Agora nos temos a mente de Cristo – a glória do evangelho da glória de Deus brilhou em nós na face de Cristo. Devemos nos espantar – é o que Paulo está dizendo, com o tipo de vida  que homens que “havendo perdido TODO o sentimento, se entregaram à dissolução, para com AVIDEZ cometerem todo tipo de impureza” - estão vivendo.  O     que há nesse tipo de vida que atrairia um homem que recebeu um novo coração para amar os mandamentos de Deus? É por isso que Paulo diz: ““E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente.


    Vocês foram libertos dessa separação de Deus, dessa mente entenebrecida – NÃO ANDEM MAIS... Vocês foram introduzidos em algo essencialmente diferente. Paulo deseja tecer para aqueles homens as diferenças essenciais daquilo que o mundo é do que seja um filho de Deus. São diferenças profundas – que se estabeleceram no profundo da mente e do coração.


    É isso que de fato a regeneração faz. Se tão somente compreendêssemos isso, grande parte dos problemas que ainda povoam aqueles que dizem ser filhos de Deus, estariam resolvidos. Não percebemos apenas o tipo de vida que o mundo leva – mas o que os leva a isso – “Separados da vida de Deus... entenebrecidos... se entregaram a toda espécie de impureza” – e então recuamos aterrorizados.

    Eis o poder de um novo coração.

                                                                                       Soli Deo Gloria!!