• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Nada pode ser aproveitado!!




    Que desamparo, que incapacidade, que impotência, que miséria inunda a alma do homem morto em seus delitos e pecados! Não é que o homem natural seja simplesmente incapaz de fazer o bem, ele é “poderoso” para fazer o mal.


    Nada pode ser aproveitado, 
    nada pode ser melhorado, 
    tudo deve ser criado de novo a partir do caos que é o homem alienado de Deus: “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. ( 2 Coríntios 5:17). 


    Um poder imenso, como aquele usado na criação do universo é usado aqui – com a diferença de que na Criação não havia oposição, mas aqui há.


    A obra que Deus faz na alma que Ele regenera é uma obra de poder Soberano e Onipotente! Um grande poder foi usado quando Deus na escuridão primordial falou: “Haja Luz!”. Que poder nos tirou do Império das trevas e do poder de Satanás? O braço onipotente sozinho o fez.


    Considere todas as dificuldades que a Graça teve de superar na ressurreição de um homem morto espiritualmente para vida predestinada a ser como Cristo. Olhe as profundezas da Queda. Contemple a alma morta em delitos e pecados, a alienação completa da vida de Deus, escuridão, cegueira, perversidade, depravação de todas as afeições! Paulo disse aos efésios: “Eu oro para que vocês conheçam... a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder...” Efésios 1:19


    O poder que colocou Jesus a direita do Pai – nada menos que isso foi necessário, diz Paulo. O homem estava morto em obstinação, teimosia, orgulho, incredulidade, infidelidade, justiça própria. Uma paixão pelas trevas! Olhe todos os seus preconceitos contra tudo que é piedoso e santo. Contemple a inimizade contra Deus, a desesperada e implacável mente carnal, a adoração ao deus-ventre, suas entranhas enraizadas no mundo com todas as suas variadas formas...


    Todas as esperanças do homem natural estão ligadas ao tempo e ao sentido, uma verdadeira massa de pecados e combinação de inimigos bem treinados e armados cujo único intuito é aprisionar.


    Adicione a tudo isso o poder e a malícia das artes do engano de Satanás, e você entenderá como o homem forte e poderoso mantém a sua presa.


    Amar uma vida oposta na qual nasceu é simplesmente impossível ao homem natural. Pense que tipo de mudança faria um homem assim abraças todos os sacrifícios que frequentemente estão no caminho dos que vivem piedosamente por Cristo neste mundo, os laços que devem ser quebrados, as perspectivas lucrativas que terá que abandonar, o abandono vindo de velhos amigos, a disposição de perder a vida e negar a si mesmo... É um abismo intransponível mesmo que o homem natural desejasse, mas ele odeia a ideia, odeia Deus, odeia a santidade... 


    Contemplando então uma alma morta em delitos e pecados, com todos os obstáculos invencíveis como só a morte pode espalhar – Como se levantar numa nova vida espiritual?


    Apenas um poder onipotente que pode criar do nada, distinto e independente de qualquer esforço vão da criatura pode chamar da morte para a vida. O poder não está no “defunto”, mas No que Chama!!


    Este mesmo poder Onipotente deve ser contemplado na "manutenção" da vida divina em nossa alma. Sinta e veja as montanhas de dificuldades, os oceanos de tentações, os furacões do erro, as tempestades de aflições, os profundos vales de concupiscência, as armadilhas de Satanás, prolixas em vileza e impiedade, as torrentes de paixões, as armadilhas secretas, as rochas de rebeldia, os temporadas de trevas, os campos da esterilidade, a sombra da morte, as armas da carne, o caminho estreito, os espinhos da hipocrisia espalhados, falsos mestres... Como o homem poderia chegar ao final?


    “Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória! Judas 1:24


    Nada a não ser a vida invencível e imortal de Deus plantada na alma e da qual o novo homem foi criado, junto com a operação segundo após segundo das Mãos Onipotentes poderiam conduzir o homem seguro.

    Deus está fazendo isso, e mais ninguém!!


                         Soli Deo Gloria!! – Josemar Bessa