• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Um Jesus idealizado e poético!






    Não é raro, na verdade é bastante comum, idealizar um Jesus poético em nossos dias, e então enaltecê-lo. Mas a essência do falso discipulado é dizer que Jesus é maravilhoso,  mas  tropeçar na revelação que Ele mesmo fez de si.


    Exatamente por isso Cristo disse: “E bem-aventurado é aquele que não se escandalizar em mim.” - Mateus 11:6 – Ele é uma pedra de tropeço para seus pressupostos? Antes de responder, pense em como as palavras de Jesus ofenderam as pessoas. E não somente os fariseus, mas todo tipo de pessoas, mesmo aquelas que já se tinham declarado seus discípulos.


    A Bíblia diz – “Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.” - João 6:66 – A razão para a debandada aqui é uma razão, que se houver honestidade, a maioria das pessoas que se dizem cristãos hoje terão que dizer que também iriam embora com eles. O que Jesus tinha afirmado no verso anterior? Jesus chamou homens a segui-lo, mas Ele ensinou claramente que “ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido” (João 6.65) – Ou como Ele já havia afirmado pouco antes: “Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer” (João 6.44). Essa afirmação continua sendo uma grande pedra de tropeço e escândalo entre aqueles que se dizem cristãos, como foi naquele dia para aquelas pessoas ao ouvirem as palavras diretamente da boca de Jesus. Hoje, como naquele dia, as pessoas podem não se levantar e ir embora, mas fazem pior, simplesmente ignoram o que Cristo disse, e fingem que não viram ou ouviram.


    Não estranhamos por isso, que muitos dos primeiros seguidores de Cisto, ao ouvirem estas palavras, já não andavam mais com ele. Esse ensino é profundamente perturbador para a mente natural. Ele acaba com a ideia do homem poder ajudar a si mesmo, aflige sua auto-determinação... os joga para o soberano beneplácito de Deus, e é precisamente neste lugar onde o homem natural mais se sente ofendido e escandalizado – em sua total impotência. Imediatamente ao afirmar isso claramente João diz que: “Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.” - João 6:66


    Essas declarações claras e enfáticas de Cristo – tão bem entendidas no momento em que foram feitas – e por isso muitos foram embora – são completamente contrárias aos  pressupostos atuais do cristianismo popular em nossos dias. Alguns homens até afirmam que foram salvos pela graça, mas o que isso quer dizer? Hoje, praticamente nada! Porque ao tentar preservar sua “auto-estima”, importância, mérito... acreditam que foram salvos por graça mas que o desejo de ser salvo se originou neles.


    A maioria dos “cristãos” de hoje parecem até mesmo ter medo de falar estas simples palavras de Jesus sobre a operação soberana de Deus - “ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido” (João 6.65)“Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer” (João 6.44).  Mas então usam uma tática diferente, mas não menos hostil ou terrível do que aqueles que ao ouvirem isso em primeira mão foram embora, usam simplesmente o truque de ignorar o que Jesus disse. Mas ignorar e dar as costas é a mesma coisa.


    Você se considera um discípulo? Você se considera um seguidor de Jesus? Você sem exceção crê em Sua Palavra? Essa é a marca da realidade do discipulado. A recusa daquelas pessoas não era um problema intelectual, não era que não entenderam o que Jesus disse – pelo contrário – ao ouvirem e entenderem: - “ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido” (João 6.65) – Se levantaram - “Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.” - João 6:66 – Se você pensa como eles você iria embora também? Seria terrível mas seria honesto. Porque o que é terrível aqui é pensar como eles, quer se levante a vá embora, quer se resolva ignorar e fingir não entender  o que Cristo disse.


    O truque de ignorar não deixará essa geração numa condição melhor do que aquelas pessoas – “Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?” - João 6:67