• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Lágrimas Desconhecidas aqui!






    Há situações descritas por outras pessoas que são tão impressionantes que nossas mentes tem dificuldade de processar e imaginar. Em Apocalipse 5 nós temos uma dessas cenas impressionantes assim.

    Um anjo forte diante de todo o exército dos céus está fazendo uma “pesquisa” exaustiva e convocando alguém capaz de abrir “o livro” que está nas mãos de quem está assentado no Trono.

    “E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos. E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele.” - Apocalipse 5:1-3

    A questão é: o que contém este livro?


    Baseado no que vemos acontecer neste capítulo e nos capítulos subsequentes, dali flui o juízo iminente de todo pecado, de toda maldade.... de TUDO que na história humana roubou a glória de Deus que tudo criou para manifestá-la. E agora o juízo está pronto para ser derramado sobre todo roubo dessa glória.
    O que lemos nos capítulos sucessivos a partir daí, é o desencadeamento da Ira do Cordeiro. Todos os atos de Deus purgando toda a maldade do coração humana, toda a ruína trazida por isso a esse planeta, todo pecado e sua mancha... o início da restauração de todas as coisas de uma criação que está gemendo onde tudo manifestará a glória do Criador... é um conteúdo que em sua plenitude é insondável por nós.


    E este anjo forte é enviado e completa a chamado por toda terra e céu e NINGUÉM em toda a criação é achado “digno”, qualificado para abrir o livro. NINGUÉM!

    O apóstolo João tem uma reação forte a isso ( Deus queira que nossos corações sintam como o dele ) – “E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele.” - Apocalipse 5:4

     João começa a chorar totalmente tomado pela emoção mais profunda. Por que? Por que? Esse, o mundo em que vivemos, é abundante em lágrimas, mas essas lágrimas de João são estranhas para este mundo. Ele chora, todas as suas entranhas se comovem, olhe para o texto, porque ninguém era digno de abrir o livro ou sequer olhar para ele.


    O que isso significa?


    Bem, se o livro contém o julgamento posterior de Deus sobre toda a impiedade e tudo que lhe “roubou” sua glória, ou não dar um testemunho verdadeiro dela, (cada pecado é uma mentira sobre o Criador) – e se o livro é um catalisador para trazer a restauração final de todas as coisas para a glória de Cristo, do Pai, do Espírito Santo, e não pode ser aberto, então... então estamos presos... então a glória de Deus não vai ser vindicada.


    Isso não pode acontece! Isso não pode acontecer, e João sabe que ninguém entre os homens ou até mesmo entre todos os anjos do céu podem vir e tomar este livro e executar o seu conteúdo... então ele está angustiado, totalmente angustiado. Seu coração está em pedaços, rasgado... pois parece que Os propósitos de Deus parecem ser frustrados se ninguém pode abrir o livro e dar início a vindicação da glória de Deus.


    A palavra usada é a mesma na construção do choro de Pedro ao negar a Jesus: “E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente.” - Mateus 26:75 – É um grito alto e amargo.


    Isso te faz chorar? O que te faz chorar? O que tem feito a igreja chorar?
    João está emocionalmente totalmente perturbado com a perspectiva de o pecado não ser tratado, a glória de Deus não ser vindicada e a restauração de tudo para a glória de Deus não ser realizada.

    Você já se encontrou com lágrimas nos olhos por causa da glória de Deus? São lágrimas que este mundo não conhece. As lágrimas do mundo são auto-centradas. São antropocêntricas.


    Pense agora em todas as abundantes lágrimas que foram derramadas por todos os santos ao longo da história chorando pela vindicação do Nome de Deus. Orações como as do Salmo 13, que clama aos céus: “...até quando Senhor” – todos os verdadeiramente redimidos em Cristo clamando “venha a nós o Teu Reino...” – Séculos e séculos de clamor por uma vindicação da glória de Deus  que trouxesse plena restauração a todas as coisas. Suas lágrimas estão entre essas?


    Aqui João chega ao fim do tempo, ao fim da estrada, diante do Trono. Ele vê o livro que contém o plano da batalha que traz a consumação dos séculos, e então ele vê a busca exaustiva desse anjo forte por todo o universo e eras... para que alguém possa tomar o livro e executar seu conteúdo... Mas NINGUÉM é encontrado!!

    João está chorando pelo julgamento, pelo juízo, pela vindicação do Nome e da Glória de Deus. Seu choro está conectado à purificação do planeta do pecado, do universo manchado pelo pecado... Mesmo quando pedimos e oramos pela volta de Cristo, tristemente nossas lágrimas, na maioria das pessoas, não estão sendo derramadas por causa da glória do nome de Deus que deve ser vindicado.

    No entanto João e os santos no Apocalipse, oram pela expressão máxima do que é “venha o teu reino” – julgue todo pecado, vindique o Seu santo Nome, trazendo uma restauração plena que Te exalte completamente, trazendo uma exaltação infinita no coração de todos os que amam a Sua vinda.

    Não é difícil chorar e sentir angústia sobre todas as coisas que trazem sofrimento para nós pessoalmente ou pelo nosso mundo. Mas aqui João está sendo tão diferente da grande maioria dos homens. Infelizmente da grande maioria dos que se dizem cristãos em nossos dias. A tristeza de João não está encerrada sobre si mesmo, mas sim sobre a GLÓRIA e a VINDICAÇÃO de Deus.

    Que em Sua graça infinita, Deus nos conceda um coração que possa chorar as lágrimas que este mundo de lágrimas não conhece.