• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Quando a alma e o corpo se encontrarem!






    Na morte, alma e corpo são separados. Um dia se reencontrarão e o que “dirão” um ao outro depende do que está acontecendo hoje.


    Thomas Boston (1676-1732), um dos gigantes Puritanos, na sua obra “a natureza humana em seu estado quádruplo”, imagina o futuro reencontro do corpo de um cristão com a sua alma na ressurreição. A conversa é mais ou menos assim:


    Corpo para a alma:


    "Ó minha alma, estamos juntos novamente depois de tanto tempo de separação! Você está voltando para o seu antigo lugar para nunca mais sair! Quão alegre é este reencontro!


    Ao contrário do nosso estado presente quão diferente era nossa condição quando a separação foi feita entre nós na hora da morte! Agora o nosso luto se transformou em alegria.


    A luz e a alegria semeada antes agora brotam. Bendito seja o dia em que eu estando unido a você, alma, teu cuidado principal foi fazer com que "Cristo em nós fosse a esperança da glória..." e fazer de mim um templo para o Espírito Santo.


    Ó bendita Alma, que no tempo da nossa peregrinação manteve seu olho não na terra, mas longe dela, no céu, onde agora estamos. Você me levou a lugares secretos e me fez curvar os joelhos diante do Senhor para que eu tivesse um papel em nossa humilhação diante dEle. Você usou essa língua em confissões, petições e ações de graças, e agora ela será usada para sempre em louvor sem fim.

    Você fez esses olhos chorarem, me fez semear as sementes com lágrimas, mas agora surgiu a alegria que jamais terminará. Fui mantido em sujeição enquanto outros mimavam sua carne e seus ventres eram seus deuses para sua própria destruição eterna. Mas agora eu gloriosamente me levanto, tomo o meu lugar na glória de Deus, enquanto eles são arrastados para fora de suas sepulturas para o Juízo eterno.


    Agora, minha alma, você não necessita lamentar mais de um corpo doente e doloroso, um vaso de barro se desfazendo dia a dia... um corpo que podia ser instrumento para o pecado... você não está mais acompanhada de uma carne fraca e cansada... Agora eu vou manter o mesmo ritmo que você nos louvores de Deus e na contemplação sublime de Sua glória para todo o sempre”.

    Thomas Boston


    Alma para o corpo:


    "Ó dia feliz, em que eu volto a morar neste corpo abençoado pela graça infinita e multiforme do Deus Soberano, que era, é e será para sempre um membro de Cristo, templo do Espírito Santo!


    Agora vou estar eternamente  ligada a você. A morte jamais há de fazer outra separação entre nós. Levanta-te, então, meu corpo, e vem!


    Deixe agora que esses olhos, que foram utilizados para chorar meus pecados, vejam a face do nosso glorioso Redentor... este é o nosso Deus em quem esperamos tanto tempo...


    Deixe estes ouvidos, que foram utilizados para ouvir a Palavra de vida no mundo escuro... que eles venham ouvir para sempre a adoração sublime e perfeita diante da face de Deus...


    Deixe estes pés, que me levaram para a congregação dos santos na terra, tomar o seu lugar entre os que estão agora nos céus.


    Deixe esta língua, que confessou a Cristo diante dos homens, se juntar ao coro dos redimidos em seus louvores eternos.


    Corpo, você não deve jejuar mais, mas sim participar de um banquete eterno, você não deve chorar mais, pois toda lágrima foi enxugada pelas mãos do Redentor de tua face...


    Face, você brilhará agora para sempre, como uma estrela nos céus.


    Corpo, participamos juntos na luta, vamos juntos para receber e usar a coroa”!


    “E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.” - 1 Coríntios 15:54


    Josemar Bessa