• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Ódio mortal!






    O verdadeiro cristão não apenas ama, ele odeia na mesma proporção. O que nós odiamos ensina muito sobre nosso coração. Todo homem verdadeiramente regenerado  odeia todo o pecado - "Eu odeio todo caminho de falsidade." Salmo 119:104

    No original a palavra usada pelo salmista significa um ódio mortal, um ódio irreconciliável, um ódio que não pode se satisfazer com nada a não ser a destruição da coisa odiada.

    O verdadeiro cristão odeia todo o pecado. O verdadeiro cristão odeia todo pecado porque sabe que todos eles são terríveis ofensas a um Deus santo. Se levanta contra a glória de Deus e contra todo bem da alma.

    A mensagem cristã hoje tem isso como um objetivo pregado semana após semana nos púlpitos? Aos olhos de um coração reto todos pecados ( em você, nos outros...) são traidores e negam a dignidade do Senhor Jesus. Pelo que é impossível a alma não se levantar com todas as armas de Deus contra todos eles.

    Ódio ao pecado deixou há muito tempo de ser um tema recorrente ou dominante nos púlpitos da vaidade que caracterizam nossa geração que não adora um Deus santo, mas a si mesmo, o dinheiro, o conforto “psicológico” da auto-ajuda...

    Mas o coração reto olha para o pecado  como O mal universal. Ele não consegue traçar nada mal que não tenha sua origem em algo que ofenda a Deus.

    O coração reto sempre vê o pecado como aquilo que lança para baixo, ou seja, não glorificando a Deus, todo homem, mesmo se pensarmos na melhor lista de homens:

       o homem mais justo do mundo, como Noé;
       o melhor crente no mundo, como Abraão;
       o melhor rei do mundo, como Davi;
       o melhor apóstolo do mundo, como Paul;
       o homem mais forte do mundo, como Sansão;
       o homem mais sábio do mundo, como Salomão;
       o homem mais manso do mundo, como Moisés;
      o homem  mais paciente do  mundo, como Jó;
      e assim sua alma se levanta contra ele.

    Um coração regenerado não odeia alguns pecado ( Hoje é comum mesmo entre aqueles que dizem odiar o pecado, expressar um desprazer grande apenas contra o que poderíamos chamar de “pecados sociais”, porque vêem no centro a felicidade do homem e não a santidade de Deus).

    O coração reto odeia todos os pecados. Um coração natural pode não gostar de alguns pecados enquanto acalenta outros. Luta contra alguns e ama e mantém outros pecados. Isto porque o seu ódio a alguns pecados não estão relacionados a Santidade infinita de Deus.

    Mas todo homem verdadeiramente regenerado odeia todo o pecado - "Eu odeio todo caminho de falsidade." Salmo 119:104

    Josemar Bessa