• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Você pode me perdoar?




    Corrie ten Boom (1892-1983) era uma cristã holandesa cuja família salvou judeus durante a II Guerra Mundial. Eles foram traídos e presos. Corrie e sua irmã Betsy foram enviadas para um campo de concentração nazista. Betsy morreu lá, mas a vida de Corrie, apesar de muitos sofrimento, foi poupada.



    Vários anos depois da guerra, ela estava falando sobre o tema do perdão em uma reunião cristã. Após a reunião, um de seus ex-guardas da prisão nazista apareceu no meio da multidão e se aproximou dela. Ali estava ele, com a mão estendida para ela: "Você pode me perdoar?" Os sofrimentos que ele infligiu a ela e sua família foram reais e brutais. A angústia de Corrie não era devido a uma hiper-sensibilidade. Tudo o que aquele homem tinha feito era monstruoso. E agora ele está perguntando: "Você vai me perdoar" - Corrie escreveu:


    "Eu estava lá com uma frieza terrível apertando meu coração. . . . Orei: 'Jesus, me ajude! " Rigidamente e mecanicamente, devo confessar, estendi minha mão e pequei a mão que ele estendeu para mim, e eu experimentei uma coisa incrível. A corrente começou no meu ombro, correu por meus braços e entrou em nossas mãos que agora estavam unidas. Então esta reconciliação quente pareceu inundar todo o meu ser, trazendo lágrimas aos meus olhos. "Eu te perdôo, irmão," - eu chorei com todo o meu coração. Por um longo momento seguramos as mãos um do outro, o ex-guarda, a ex-prisioneira. Eu nunca conheci o amor de Deus tão intensamente como eu fiz naquele momento. "



    Philip D. Douglass, “The Power of Forgiveness,” Covenant Magazine , February/March 1999, pages 8-9.