• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Onde está a linha entre um prazer saudável e um ídolo?





    “Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas.” -  Jeremias 2:1


    O mundo se esforça para que essa linha se torne cada vez mais tênue aos nossos olhos, a torna mais e mais sutil. Ele se aproxima  usando bons desejos, como se casar, excelência na vocação, excelência no trabalho, família, romance, filhos... Você foi capturado pela mente do mundo (criou ídolos) se você fica esmagado quando não consegue o que quer ou o que sonhou que te faria feliz. A promoção que não chega, o reconhecimento profissional, ministerial... o bônus que você antecipa a meses... essas coisas quebram sua alegria e satisfação?


    Você apostaria sua felicidade para conseguir o que quer? Todos a sua volta estão casando... casar fora dos parâmetros determinados por Deus para um cônjuge fazem teus olhos brilharem com a perspectiva da felicidade que você pode ter? Você fica amargo em pensar em nunca ter isso? Ah! Enfrente o fato, o que o casamento se tornou para você?


    Você se sente amargo por Deus não ter criado você com a beleza externa que muitas pessoas a sua volta parecem ter? Ah! Enfrente o fato, o que o padrão de beleza atual se tornou para você?


    Suas orações esquecem a humildade reverente quando a cura de uma doença física parece que não vai chegar? Você fica zangado e sente que merecia ser curado? Ah! Enfrente o fato o que a saúde se tornou para você?


    Quando bons presentes (casamento, filhos, beleza, cura, dinheiro...), se tornam cisternas rotas, eles se tornam mestres terríveis que nos consomem, e então a conspiração nos capturou e venceu.


    Nós precisamos desesperadamente do Espírito Santo para nos dar um profundo amor por Deus que expulsa todo amor menor e não subordinado ao AMOR que nos faz plenamente satisfeitos com tudo que Deus é para nós em Cristo. Pois isso nos dá completo poder sobre a conspiração, sobre nossos desejos idólatras em nossos sentimentos, pensamentos e ações. O Espírito em nós é puro contentamento: “Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.” -  Filipenses 4:12