• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Orando por destruição!





    Você realmente ora? Então não se esqueça,


    Toda oração para a salvação é uma oração para a destruição - a destruição do velho eu, sem a qual a salvação é impossível.


    Cada oração para a transformação é uma oração para uma morte.


    Cada oração de libertação é uma oração para aprofundar a escravidão.


    "E, libertados do pecado, fostes feitos escravos da justiça." -  Romanos 6:18



    Tudo isto é experimentado no poder diário que a cruz continua e continua a exercer naqueles que são resgatados: "Que eu nunca vangloriar não ser na cruz de nosso Senhor  Jesus Cristo, pela qual o mundo tem sido  crucificado para mim e eu para o mundo ". - Gálatas 6:14


    Foi o conhecimento experimental diário da sua crucificação juntamente com o seu Senhor crucificado fez Paulo pregar tão somente a cruz – não apenas o seu poder de salvar, porque isso não é toda verdade, mas no seu poder para santificar.


    Méritos infinitos fluem da cruz de Cristo para todos os que ele soberanamente chamou, mas a cruz não é apenas a causa total de todo mérito na salvação, mas também é a causa instrumental para a santificação de todos os que foram realmente salvos. Da mesma maneira que não existe outro caminho para a salvação que não seja a cruz, não há outra caminho para a santificação fora do poder da cruz.


    A cruz faz um trabalho completo – como naqueles dias na Palestina – no fim, nada ficava naquele que foi crucificado – toda vida era drenada na cruz. Assim é o trabalho da cruz em matar no homem em Cristo não só a culpa, mas a contaminação do pecado durante  o período em que ela, neste mundo, é a realidade na vida dos regenerados.


    Por meio da cruz, isto é, na comunhão e união eterna com Aquele que sofreu sobre ela, não só há uma fonte de destruição de toda culpa, mas de todo a imundícia.


    Tudo isso vem junto – o crucificado não escolhia que coisas a cruz faria ou não faria em si, Justificação sempre é seguida por santificação. Paulo se gloriava na cruz por sua obra completa. A cruz fala sempre sobre TUDO OU NADA!


    Todo os nosso perdão, toda nossa paz, toda nossa aceitação, toda nossa justificação, toda nossa felicidade, toda nossa santidade, toda nossa sabedoria, toda nossa força, toda nossa vitória sobre o mundo, toda nossa mortificação do corpo do pecado e da morte, toda nossa esperança, toda nossa confiança, toda nossa oração, todo nosso louvor, todos os nossos sentimentos de misericórdia, todos nossos desejos espirituais, todas as nossas súplicas, toda confissão sincera, toda verdadeira tristeza pelo pecado – flui da cruz. E o homem regenerado não escolhe algumas dessas coisas como num cardápio – essa é a obra da cruz, é inexorável – Ela mata o mundo para mim e eu para o mundo: “Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo. - Gálatas 6:1


    Na cruz e apenas na cruz nós podemos ser sábios para a salvação, nos tornamos justos por uma justificação livre, recebemos o Espírito que nos santifica agora e nos glorificará – Só na cruz somos resgatados do pecado, de Satanás, da morte e do inferno.


    Todo dia nos direcionamos a cruz e para ela levamos nossas dores, nossas provações, nossas tentações, nossos sofrimentos... e porque isso é feito diariamente? Para conseguirmos a vida a partir de Sua morte, perdão e paz através do sangue expiatório, contemplamos a justificação e Sua obediência perfeita atribuída a nós e nos entregamos a vontade de Deus, seguindo os passos do Cordeiro que em tudo glorificou o Pai.


    Na cruz somente o mundo é crucificado para nós e nós para o mundo, o pecado é mortificado e seu poder terrível é destronado em nós. O velho homem é crucificado e odiado e o novo homem é edificado.


    Na cruz tudo é revertido a nosso favor, para o nosso bem, aflições, lutos, decepções, tormentos, doenças, dores e sofrimento no corpo e na mente, fornalhas e água profundas... A cada dia o Espírito Santo nos conduz a Cruz.

    Por isso,

    Toda oração para a salvação é uma oração para a destruição - a destruição do velho eu, sem a qual a salvação é impossível.


    Cada oração para a transformação é uma oração para uma morte.


    Cada oração de libertação é uma oração para aprofundar a escravidão.


    "E, libertados do pecado, fostes feitos escravos da justiça." -  Romanos 6:18