• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Como saber se odeio o pecado?





    “Vós, que amais ao SENHOR, odiai o mal.” – Salmos 97.10


    Aqui está um pouco de sabedoria de Richard Sibbes (1577-1635), a típica visão grandiosa da glória de Deus que faz vermos o pecado em nós como Deus o vê. O tipo de sabedoria que se estiver dentro e dominando nosso coração faria toda a diferença em nossas vidas.


    Richard Sibbes diz:


    “Se quisermos saber com verdade que nossa conversão é uma realidade, devemos olhar se odiamos o pecado no coração.


    Um homem deve saber com certeza se seu ódio ao pecado é real primeiro se ele for universal. Aquele que odeia o pecado realmente, odeia todo o pecado.


    Em segundo lugar onde há ódio verdadeiro ao pecado ele é fixo, onde as racionalizações são abolidas e o desejo é vê-lo eliminado, mortificado.


    Em terceiro lugar, o ódio é um afeto muito mais profundo que a raiva. A raiva muitas vezes pode ser apaziguada, mas o ódio não, como Deus odeia o pecado, assim o coração regenerado flui nesta mesma direção.


    Em quarta lugar, se nosso ódio ao pecado é verdadeiro, nós odiamos todo o mal em nós mesmos em primeiro lugar, e só depois nos outros. Aquele que odeia um sapo, irá odiá-lo mais em seu próprio peito do que em qualquer outro lugar. Muitos em Judá eram duros em sua censura aos outros, mas parciais quando se tratava deles mesmos (Gênesis 38.24).


    Em quinto lugar, aquele que realmente odeia o pecado, odeia o maior pecado na maior medida, ele odeia todo o mal em uma proporção justa.


    Em sexto lugar, o nosso ódio ao pecado é verdadeiro se podemos suportar advertências e repreensões sobre nosso pecado e não ficamos furiosos com quem nos confronta. Por isso, é evidente que aqueles que se enchem de desculpas, ressentimento contra a repreensão não odeiam o pecado, mas estão cheios de um auto-amor que se levanta de forma orgulhosa contra aquele que o confronta em seu pecado, tentando muitas vezes encontrar nele um erro para de maneira fútil racionalizar o seu próprio pecado.


    Quando Natã confronta Davi com seu pecado, Davi não diz a Natã que Natã também era pecador, que devia olhar para si mesmo... Não! Davi diz: “Então disse Davi a Natã: Pequei contra o SENHOR.” - 2 Samuel 12:13 – “Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.” - Salmos 51:4


    Odiamos o pecado? “Vós, que amais ao SENHOR, odiai o mal.” Salmos 97.10