• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Você ama a Bíblia (A Verdade )? – Leia atentamente antes de responder.





    É incrível, mas o grande Reformador Martinho Lutero (1483-1546) nunca tinha visto uma bíblia antes da idade de 20 anos, e isso apesar de ser um altamente educado estudante universitário. No entanto, quando ele entrou para o mosteiro agostiniano em 1505, ele recebeu uma cópia da Bíblia completa, bem como uma edição separada do livro de Salmos.


    Lutero estava no meio de uma aguda ansiedade espiritual, estava desesperado por ouvir Deus e assim se dedicou ao LIVRO. Ele tinha o Saltério inteiro em sua memória, Martin Brecht observou:


    “Lutero tornou-se tão familiarizado com (o seu exemplar da Biblia) que ele sabia o que estava em cada página e em cada passagem que foi encontrando. Por causa da inteireza da imagem da verdade dela em sua mente, Lutero mais tarde lamentou que esta primeira Bíblia tenha sido tirada dele. E por isso jamais se desfez do sua cópia dos Salmos, mesmo quando ela já estava aos pedaços. Desta forma, ele desenvolver um conhecimento extraordinário e fenomenal da Bíblia. É evidente que o que estamos falando, é que ele nunca teve uma relação superficial com a Bíblia. Lutero meditou sobre tudo o que leu, e assim foi capaz de manter a essência de cada capítulo... Ao olhar para  a conclusão de sua volumosa obra teológica, Lutero pode dizer: ‘eu amava a Bíblia’”.





    Hoje temos o que Lutero nem em sonhos podia imaginar. Ele que só aos 20 anos pode ter uma Bíblia em suas mão – nós temos acesso a Bíblia desde sempre, várias cópias, versão... em nossas casas. Temos acesso digital com apenas alguns cliques a Bíblia com todas as facilidades de concordâncias... Numa fala do filme “O livro de Eli” – quando a Bíblia não está mais disponível, Denzel Washington diz: “As pessoas tinham mais do que precisavam. Nós não tínhamos ideia do que era realmente precioso e do que não era” – O que deve fazer nós lembrarmos neste instante que há lugares no mundo onde a Bíblia é escassa ou mesmo ilegal. Podemos e devemos começar agora a mudar as coisas pela leitura, audição, meditação... nos aplicando em tudo ao estudo das Escrituras. Colocando cada página em nossos corações e mentes.


    Novamente Lutero pode ser nosso exemplo. Mesmo depois de todas as suas descobertas, da Reforma iniciada... Lutero continuou a dedicar-se a cada página de sua Bíblia. Brecht escreve:


    “Em 1533, ele poderia dizer a si mesmo que há anos ele lia a Bíblia toda pelo menos duas vezes por ano, e que havia examinado cada pequeno ramo desta grande árvore. Neste amor e paixão pela Bíblia Lutero foi um paradigma e uma exceção.”


    Está na hora de sermos uma exceção em nossa geração. Esta geração, sua juventude... precisa ser como o jovem Lutero. Devemos entender que não podemos lutar pelar Verdade, ser apologetas – e como tem se tornado comum blogs apologéticos – sem poder dizer como Lutero: “eu amava a Bíblia”.