• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    O cristão é isso aí. - Martyn Lloyd-Jones (1899-1981)





    Voltemos os olhos para Jesus

    Se tão somente tomássemos mais do nosso tempo pata contemplar a Ele, depressa nos esqueceríamos de nós mesmos . . .pare de olhar-se a si próprio e comece a apreciar a Ele.


    Que diferença há entre o cristão e o não-cristão? Na Segunda Epístola aos Coríntios, terceiro capítulo, diz Paulo que a diferença é esta: o não-cristão é aquele que olha para Cristo e para Deus com um véu sobre os olhos, e, portanto, não pode ver. Que é o cristão? No versículo décimo-oitavo temos a descrição dele: «E todos nós» — todos e cada um de nós, como cristãos — «com o rosto desvendado» — foi-se o véu — «contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na sua própria imagem».



    O cristão é isso aí. Ele passa o tempo todo olhando para Jesus, a fita-lo. Sente-se tão arrebatado pela visão dEle que se esquece de si próprio. À medida em que você sente mais interesse por Cristo, fica menos interessado por si mesmo. Ponha-se a olha-lo, contemple-O com rosto descoberto, livre do véu. E depois prossiga para aprender que, no Reino de Cristo, o que importa não é a duração do serviço, mas a Sua atitude para com Ele, o seu desejo de agrada-lo.



    Ele não calcula o serviço como o fazem os outros. Ele está interessado no coração. Nós nos interessamos pelo tempo. Marcamos o ponto, contamos as horas, calculamos o montante do trabalho realizado. A semelhança dos primeiros trabalhadores mencionados na parábola (Mateus 20.1-16), temos a pretensão de havermos feito tudo e nos gabamos do tempo que passamos trabalhando. E se não nos achamos entre os que foram ao trabalho logo no início, ficamos preocupados porque não fizemos isto ou aquilo, e porque estivemos ausentes esse tempo todo.



    Não é desse modo que nosso Senhor se interessa pelo nosso trabalho. É no tostão da viúva que Ele tem interesse. Não no montante do dinheiro, mas no coração dela... De caso idêntico trata Paulo (1 Coríntios 15.8-10): «E, afinal, depois de todos, foi visto também por mim». Mas graças a Deus que Ele não faz diferença. Não está interessado no tempo, mas em nosso relacionamento (pessoal com Ele).



    Spiritual Depression, p. 88,9.