• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Ame seu Intercessor - Thomas Watson (1620-1686)





    1.      Visto que Cristo se apresenta a nosso favor no céu, então devemos nos apresentar a favor dele na terra. Cristo não tem vergonha de carregar nossos nomes em seu peito. Deveríamos ter vergonha de sua verdade? Ele lida com nossa causa, não deveríamos nos levantar a favor de sua causa? Que argumento forte a favor de nos levantarmos pela honra de Cristo em tempos de apostasia. Cristo está intercedendo por nós. Ele apresenta nossos nomes no céu, não deveríamos professar seu nome na terra?




    2.      Cristo apresenta todo o seu interesse por nós no trono da graça, assim devemos apresentar todo o nosso interesse por ele. "Será Cristo engrandecido no meu corpo" (Fp 1.20). Que os teus talentos sejam para a glória de Deus. Ninguém tem algum talento que possa trocar pela glória de Deus, nem um ensino ou um bem material. Prefira a glória de Deus. Invista e se desgaste para ele e por ele. Que o seu coração estude para Cristo, suas mãos trabalhem para ele, sua língua fale para ele. Se Cristo é nosso advogado no céu, deveríamos ser agentes dele na terra, cada um em sua área deveria agir fortemente a seu favor.



    3.      Creia nessa gloriosa intercessão de Cristo, pois agora intercede por nós. Creia que por sua causa Deus nos aceitará, como diz o texto: "Intercede por nós". Se não cremos, desonramos a intercessão de Cristo. Se um pobre pecador não pode chegar a Cristo como seu sumo sacerdote, crendo em sua intercessão, então nós, cristãos, estamos em uma condição pior sob o evangelho que os judeus que estavam sob a lei? Quando pecavam tinham um sumo sacerdote para fazer a expiação; não deveríamos ter nosso sumo sacerdote? Cristo não é nosso Arão, que apresenta seu sangue e seu incenso no propiciatório? Olhe com fé para a intercessão de Cristo. Cristo não somente orou por seus discípulos e seus apóstolos, mas pe
    los mais fracos dos crentes.


    4. Ame seu intercessor. "Se alguém não ama o Senhor, seja anátema" (ICo 16.22). A bondade convida ao amor. Você tem um amigo no tribunal, alguém que quando você for questionado por delinquência ou por dívida apelará ao juiz a seu favor e o livrará de seus problemas. Você não amaria esse amigo? Quantas vezes Satanás apresenta suas acusações contra nós no tribunal? Contudo, Cristo está à mão direita do juiz, ele se senta com o Pai para interceder por nós e promover a paz para nós. Então, quanto nossos corações deveriam estar inflamados com o amor de Cristo. Bernardo disse assim: "Ame-o com um amor sincero e superlativo acima de bens materiais e relacionamentos, mais que suas posses e sua família". Nosso ardor de amor deveria ser como um fogo no altar, que nunca se apaga (Lv 6.13).