• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Deus livra do laço a razão – Martyn Lloyd-Jones (1899-1981)




    (Satanás) persuade o homem que a única atitude racional consiste de negar a Deus; mas. . . o que realmente está acontecendo é que ele faz do homem uma criatura dominada pela concupiscência e pelo desejo, cuja mente fica cega, cujos olhos já não são «singelos». A maior de todas as faculdades humanas perverteu-se.


    Se você não é cristão, não confie em sua própria mente; é a coisa mais perigosa que você pode fazer. Mas quando você se converte a Cristo, sua mente volta a ficar corretamente centralizada, e você se torna um ser racional. Não há ilusão mais patética do que a de pensar que a fé cristã é uma estória sentimental para provocar lágrimas, o ópio do povo, algo puramente emocional e irracional.


    O verdadeiro modo de encarar o cristianismo é perfeitamente exposto pelo apóstolo Paulo, em Romanos 6.17: «Viestes a obedecer de coração à forma de doutrina a que fostes entregues»'. A doutrina lhes fora pregada, e quando chegaram a percebê-la, gostaram dela, creram nela e a puseram em prática. Acolheram a verdade de Deus, antes de tudo, através da mente.


    A verdade tem que ser recebida pela mente, e o Espírito capacita a mente, esclarecendo-a. Isso é conversão, isso é o que acontece em resultado da regeneração. A mente é libertada dessa tendência para o mal e para as trevas; vê a verdade, ama-a e deseja a mesma, acima de tudo o mais. É isso. Não há nada mais trágico para uma pessoa do que descobrir ela, no fim da vida, que esteve equivocada o tempo todo.


    Studies in the Sermon on the Mount, ii, p. 105,6.