• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Não me Siga, Estou Perdido!



    “Se você é sábio, deixe o mundo passar, para não passar com o mundo”.Agostinho. Esse é um tipo de sabedoria perdida na igreja dos nossos dias.  A sociedade humana, sua cultura, o mundo e o poder por trás dele, nunca nos indicará o caminho que nos leva a Deus e a santidade. O grande Puritano Thomas Brooks dizia: “Seria mais fácil fazer os dois pólos se encontrarem do que unir o amor a Cristo e o amor ao mundo”. Ah! Mas como nós temos tentando, como temos tentado! O mundo nunca será parceiro da verdadeira igreja. Está em luta contra ela pois está em luta contra Deus. Isso porque santidade é exatamente o oposto da direção que esse mundo se lança com avidez.

    Nosso mundo não é pior do que o dos dias dos apóstolos, Reformadores, Puritanos... Isso sempre foi assim e continuará sendo quando tivermos partido daqui para casa.

    Muitas vezes ouvimos na igreja que o homem está buscando Deus em sua busca por prazeres, que busca Deus na transformasção do sexo em um deus, nos bares, boates... MENTIRA! Isso é papo de uma igreja que vê o homem de maneira oposta ao que a Bíblia descreve.

    A Bíblia diz: “Não há quem entenda, não há quem busque a Deus” (Rm 3.22).
    As culturas tentaram interpretar a busca do homem – sendo mundo, são interpretações patéticas; mas não menos patéticas do que aquela proclamada pelo evangelho moderno e ‘relevante’

    A Grécia disse... seja sábio, conheça-se.

    Roma disse... seja forte, discipline-se.

    O epicurismo diz... seja sensual, goste-se.

    A educação diz... seja habilidoso, gaste-se.

    A Psicologia diz... seja confiante, realiza-se.

    O materialismo diz... seja gastador, agrade-se.

    O orgulho diz... seja superior, promova-se.

    O ascetismo diz... seja inferior, reprima-se.

    A diplomacia diz... seja razoável, controle-se.

    O comunismo diz... seja coletivo, regule-se.

    O humanismo diz... seja competente, confie em si mesmo.

    A filantropia diz... seja altruísta, doe-se

    Poderíamos continuar e continuar... Mas onde está Deus nisso tudo? Em que filosofia humana Deus é buscado e reverenciado? Você pode experimentar qualquer prato do pensamento e sabedoria (que os homens acham  o máximo ) humana, e descobrirá que Deus jamais esteve no pensamento humano. Se farte no banquete da filosofia humana e terminará com uma indigestão inimaginável.

    Com tudo isso, com todas essas tentativas, o que podemos dizer do mundo e de sua filosofia, o Apóstolo Paulo já disse. Apesar de que visão do mundo que a ‘igreja’ acredita hoje, nada tem a ver com a de Paulo. Será ele um pessimista? Vejamos:

    “Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. (2 Timóteo 3:13)

    A sua descrição da sociedade é: Porque também nós éramos noutro tempo insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros. (Tito 3:3).

    A comida servida no banquete da filosofia do mundo pode até cheirar bem e satisfazer seu retórico paladar durante o tempo em que você estiver entre os insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros... mas depois deixará você no mesmo lugar que estava antes...

    Em que essas filosofias podem ajudar na proclamação do Reino do amor e da santidade de Deus? Esqueça, nenhum homem O está buscando. O homem desde o princípio não BUSCA Deus, ele FOGE de Deus desde o Paraíso.

    A igreja faz hoje uma salada de todas essas buscas e finge estar proclamando o Evangelho.

    A reação da igreja ao mundo devia ser a mesma que Daniel teve na Babilônia: “Resolveu Daniel, firmemente, não se contaminar com as finas iguarias do rei” (Dn 1.8) – Ele não apenas rejeitou as iguarias grosseiras da Babilônia,  recusou as finas iguarias também– Como os que se dizem protestantes hoje adoram as finas iguarias – buscam a Deus para obtê-las. Poder, diversão, dinheiro entretenimento, sexo... A busca da igreja hoje e a busca do mundo é a mesma, não admire eles terem dado as mãos.

    Você não tira nenhum proveito de qualquer entrevista com qualquer pop evangélico – Pastor, cantor,...
    Mas imagine Daniel sendo entrevistado na babilônia – viaje no tempo:

    Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei. Daniel 1:8

    -        Bem-vindos ao Babilônia Hoje, o jornal de notícias, cultura e entretenimento do império babilônico! - Uma jornalista loira senta-se em frente a um cenário de pôr-do-sol, sorrindo atrás de uma camada de maquiagem. - Nosso primeiro convidado de hoje - diz a mulher - é o criador da popular "Dieta de Daniel", uma nova onda de saúde que está conquistando o império. - Ela vira na cadeira e a câmera focaliza um jovem rapaz, vestido com roupas finas, sentado ao lado dela. - Conte para nós - ela diz - como surgiu esta dieta.

    Ele encolhe os ombros e quase não consegue abrir os olhos com a claridade das luzes. - Eu, bem, não foi minha intenção começar esta onda - ele diz. - Eu estava treinando para o serviço do rei...

    -        Do nosso rei Nabucodonosor - longa vida ao rei! - diz a mulher sorrindo para a câmera.

    -        Ah! é - responde Daniel. - Bom, quando estávamos treinando, eles nos deram refeições muito fartas de carne, gordura e vinho. Mas, veja bem, eu sou um judeu, e um judeu tem fortes restrições alimentares. Para encurtar a história, eu pedi ao homem encarregado de nosso treinamento permissão para comer coisas saudáveis.

    -        Você recusou a comida do rei? - a mulher perguntou. - Você não teve medo?

    Daniel concorda com a cabeça. - Acho que sim. Mas eu já tinha me decidido a não me contaminar. - Ele vira e encara a câmera. - E muito mais fácil fazer a coisa certa quando você se decide com antecedência. Eu decidi, quando fui trazido a este país, que eu não esqueceria o meu Deus e os mandamentos que Ele deu. Quando eu comecei o treinamento para o serviço do rei, eu sabia que a comida seria um problema. Então eu decidi o que fazer antes que viesse a tentação. Isto facilitou evitar a comida do rei e só comer produtos vegetais e água.

    -        Você - você mandou a comida de volta para a cozinha do rei? - perguntou a mulher encarando Daniel como se ele tivesse duas cabeças. Ela limpou a garganta e sorriu um pouco nervosa. - Ahn! mui-muito obrigada por ter contado esta história... Ãhn, nós voltaremos após o intervalo.

    Como aqueles que são nutridos pelo mundanismo pregado nos cultos hoje agiriam se fossem, como gostam de dizer – “honrados” com as iguarias finas de Nabucodonosor? Diriam que comeriam, e participariam plenamente daquela cultura para tornar Deus e a Verdade dele ‘relevante’ na Babilônia.

    Desculpas! Desculpas para sermos simplesmente mundanos. Se alguém mostrou a santidade e a verdade de Deus a sua geração, esse foi Daniel.

    Nosso mundo é agitado em excesso, mas como diz Rollo May sobre a busca dos homens hoje: “É irônico o hábito dos seres humanos correr rapidamente quando estão perdidos”.

    O que acontece todos os dias? Olhe no escritório onde você trabalha... você verá sem dúvida um exemplo vivo de alguém correndo e buscando – NÃO A DEUS – mas satisfação interior. Ao sair de casa, olhe para os lados... rugido de automóveis... olhe as casas ao redor... Topa essa agitação e busca – Deus não faz parte dela.

    Todo esse barulho mostra pessoas que de tragédia em tragédia, filosofia em filosofia, não sabem mais onde estão. Podem se esforçar, mas quanto mais aumentam a velocidade mas cegas, entediadas e confusas elas são. Tudo que você pensar está sendo tentado... menos a verdadeira busca de Deus – “não há quem o busque” –

    “A massa humana leva uma vida de desespero silencioso” – diz Henry Thoreau.

    E qual mensagem a igreja do evangelho relevante, ou gospel, do entretenimento, da cobiça, do amor ao dinheiro... está proclamando hoje? Caminho que o homem mesmo em sua depravação total pode buscar sem ajuda divina. Estar perdida no mesmo ponto que o mundo faz a igreja está mais perdida que o mundo.

    Se houvesse o mínimo de sinceridade no evangelho moderno e relevante ( e muitos tentam esconder a cobiça mundana dizendo que as pessoas que a propagam são sinceras apesar do erro) – a igreja moderna e relevante escreveria nas suas portas os dizeres que vi num carro – NÃO ME SIGA... ESTOU PERDIDO!

    Assim a igreja moderna e relevante ajudaria mais o mundo, pois pelo menos não os faria perder suas almas chancelando suas cobiças com clichês gospel.

    NÃO ME SIGA... ESTOU PERDIDO! Que bela frase para descrever o evangelicalismo moderno.

    Pilatos, famoso governador da Judéia, ficou cara a cara com Jesus de Nazaré – o Deus encarnado. No meio de todo aquele processo ouviu Jesus dizer: “todos aqueles que são da verdade...” – Pilatos interrompeu: “O que é a verdade?” – Essa pergunta pesada está pendurada no fino cabo da razão nos pensamentos de muitos nesse instante. Pilatos nunca esperou por uma resposta – o mundo hoje e a igreja moderna também não.


    Era só retórica vazia de um homem que já estava decidido agradar a multidão, manter seu poder, pompa, riqueza...

    Ninguém com essa propósito esperará a resposta – não é isso que está buscando. Mesmo que tivessem, como Pilatos, a oportunidade de estar cara a cara com o Deus encarnado – que dirá ouvindo algumas vozes clamando no deserto.


    Spurgeon disse com razão: “Os adeptos da Teologia Moderna dizem: "As maravilhas nunca cessarão"; mas tais maravilhas nunca começaram”.

    Devemos lembrar o que o mundanismo por mais fino (finas iguarias) que seja representam: Ao escolhermos a miséria, por mais belamente disfarçada que se mostre, escarnecemos do Deus que dá vida.- John Piper


    Pelo menos a igreja moderna mostraria um mínimo de dignidade e pudor se colocasse em suas fachadas:

    NÃO ME SIGA... ESTOU PERDIDO

    Se os homens tiverem que ser ganhos, terão que ser ganhos pela Verdade – C. H. Spurgeon – A igreja moderna não ganha pessoas – porque ela abandonou a verdade.

    Sua descrição está nas palavras de Horatius Bonar: “Procurei a igreja e encontrei-a no mundo; procurei o mundo e encontrei-o na igreja” – Sábias palavras.

    Soli Deo Gloria

    Josemar Bessa