• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    A Fazenda do Orson e o Clube da Procrastinação - Josemar Bessa


    Essa semana eu estava vendo um desenho animado: A fazenda do Orson. É, ter filho pequeno nos dá a desculpa perfeita para isso - estou aproveitando. O Orson, para quem não sabe, é um porco. Nesse epsódio, de alguma maneira que eu não lembro mais, Orson descobre que o lobo irá atacar o galinheiro da fazenda. Ele mobiliza todos os animais da fazenda para prepararem armadilhas, fazer vigia... O lobo sabendo disso, se disfarça e convence com sua lábia, o galo e alguns animais a criarem um clube. O clube da procrastinação. Logo todos os animais se associam ao clube. As reuniões são divertidíssimas, quando o presidente do Clube (O galo) - diz que eles podem deliberar, e para alguém fazer alguma proposta, eles respondem, "depois -daqui a pouco... "-As reuniões se estendem por horas. Eles nada decidem, mais gastam todos os dias, todo o tempo em que deviam estar se preparando para o ataque do lobo, em reuniões assim. Um dia, em meio a uma reunião dessa, o lobo ataca o galinheiro e leva todas as galinhas e fere o Orson.

    Não sei se o Thomás já consegue entender o que o desenho queria ensinar. Mas será que nós já conseguimos entender? Na verdade, olhando agora o título que dei a este texto, vejo que estou sendo injusto com o Orson, ele foi o único que não entrou no Clube da Procrastinação. E você? Já está no clube? Já tem carteirinha? Ou você é como o Orson, e se diferencia da maioria?

    Essa provavelmente é a maior ladra da sua vida.Um dos maiores inimigos que você terá que enfrentar, se almeja glorificar a Deus com sua vida. Ela é simpática, cativante - você sem perceber, logo a estará defendendo. Procrastinação. Sua especialidade? Roubar tempo e incentivo. Ela vem e troca valores inestimáveis,- nascidos no coração de Deus - por substitutos fajutos: desculpas, racionalizações, promessas vazias, embaraço e culpa. Você acorda de manhã, a insistente voz do Espírito mostra o que você tem deixado para trás - tentando ter sua atenção... Mas subtamente sua co-artista chega e começa barganhar com você. Ao cair da noite ela foi embora... e também o seu dia... e sua esperança... Sua vitória...

    Você abre sua Bíblia, está claro lá a vida que Deus quer pra você - quão longe você está dela? -mas a ladra oferece outra interpretação. Rouba sua motivação, ela sossurra a palavra mágica: amanhã - e você celebra sua filosofia: Nunca faça hoje o que você pode fazer amanhã.

    Acredite, nenhuma despesa é mais bem paga. Nenhum mentiroso é mais respeitado. Nenhum ladrão mais recompensado. Nenhum gigante é mais bem tratado.

    Ela tem ganhado sempre. Olhe a sua volta. Ela pode facilmente convencer qualquer estudante a esquecer a lição de casa, um executivo a desfazer acordos. Pode convencer qualquer dona de casa a negligenciar a louça, e qualquer pai a não disciplinar seus filhos. Ela tem uma estratégia e concentra todos os esforços em um único objetivo: derrota. Nada tem poder mais destruidor na sua vida espiritual.

    Houve, já faz tempo, um político chamado Félix; um governante do I século. Em sua presença estava um prisioneiro chamado Paulo. Em duas ocasiões diferentes, Félix ouviu Paulo contar sua história, apresentando em termos simples a fé em Jesus Cristo. Félix ouviu cada palavra mas negligenciou a mensagem com comentários similares:

    "Quando chegar o comandante Lísias, decidirei o caso de vocês ". Depois - "Basta, por enquanto! Pode sair. Quando achar conviniente, mandarei chamá-lo de novo" (At 24.22; 25). O governante ouviu Paulo ( como temos ouvido ) - mas escutou a ladra. Ele intencionalmente adiou o mais significante momento da sua vida - uma decisão que ele nunca iria esquecer ( Em tormentos, ele pode estar pensando nisso enquanto eu escrevo essas linhas). Nunca! Por quê? Porque ele ouviu o conselheiro errado.   Foi  somente  uma  sugestão  encoberta.

    Ele, como você, talvez, não ouviu uma mentira descarada. "Não existe céu" ou "Não existe inferno..." - Essa mensagem não é verdadeira. " - O que ele (e muitos tem ouvido?) -"NÃO EXISTE PRESSA ". Mais uma vez a ladra ganhou outra vitória para a derrota. Ouvindo essa conselheira não há vitória possível, mesmo que o próprio Paulo (Como com Félix) - pregasse pessoalmente para você.

    "Como eu posso ganhar?", você pergunta. Qual é o segredo - o forma de escapar das garras dessa ladra? Como impedir que o gigante invada e entre?

    É realmente muito simples... tão simples que você não acredita. Tudo gira em torno de uma palavra, talvez a palavra mais fácil de ser usada em nossa linguagem. Quando utilizada apropriadamente, ela carrega mais peso que uma tonelada de boas intenções. A ladra não consegue suportar o som dela. Essa palavra faz com que a procrastinação recue, totalmente frustrada. Se você usá-la constantemente, ela se cansará, e vai aos poucos de deixando em paz.

    Curioso? Vou fazer um acordo com você. Eu lhe digo a palavra se prometer usá-la nesta semana que se inicia quando for tentado a ouvir essa falsa conselheira. Entretanto, há um porém. Talvez seja fácil dizê-la - mais vai requerer toda a disciplina que tem para realmente vivê-la. Implementá-la vai exigir, na verdade, um poder que só Deus pode lhe dar.

    A palavra é "Agora".

    Eu não sou o Orson, mas essa "fazenda" - tem que ser extremamente produtiva para Deus. Jesus disse que só uma coisa realmente glorifica o Pai - "Que dês muuuuito fruto". E nesta "fazenda " - vidas não podem (ou não devem) - ser roubadas, como na fazenda do Orson. Oro para não experimentar o que o Orson experimentou naquele dia.

    Saia do Clube da Procrastinação.(Toda "fazenda " - acaba tendo o seu) - Nem em desenho animado isso pode ter um final feliz. Félix perdeu o "time " - e nunca mais esquecerá isso - e daqui a milhões de anos, ainda se arrependerá por não ter ouvido Paulo com urgência.E qual conselho ele ouviu? "Não tem pressa".
    Não faça nenhum outro plano, até estar realmente pressionando em direção a vontade de Deus. Deus te abençoe.