• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    NÃO VOU PROFETIZAR COISAS BOAS A TEU RESPEITO



    Eu não vou profetizar coisas boas a seu respeito, porém coisas más. "Então se mudou o semblante do rei, e os seus pensamentos o turbaram, as juntas dos seus lombos se relaxaram, e seus joelhos bateram um no outro. " (Dan 5:6). Tenho algo a dizer-lhe, o qual está escrito com lamentação, tristeza e pesar. Possivelmente você está feliz e seguro, entretanto isso é como a alegria e o riso de um homem que está emocionalmente desequilibrado, cuja condição reflete que seu desequilíbrio é o mais doloroso. Pecador, você não tem razão para sorrir enquanto estiver nesse estado. Quantas ameaças pesam agora contra você? Suponha que estivesse cercado por canhões, todos prontos para serem disparados contra você. Isto seria considerado como nada se comparado às terríveis ameaças e maldições que o justo e zeloso Deus tem proferido. Abra os seus olhos e observe em toda e qualquer direção. Isso seria suficiente para que seu coração se enches­se de terror; acima um Deus irado; abaixo, um inferno flamejante; atrás uma inumerável hoste de pecados perseguindo você; na frente, satanás e o mundo lhe conduzindo ao longo de um largo caminho rumo a destruição.


    Quero explicar mais particularmente as seguintes verdades e aplicá-las ao seu coração:


    (1) Enquanto não for convertido, você também não estará perdoa­do. Está endividado em muitos milhões de cruzeiros e até agora nem um cruzeiro dessa dívida foi pago. A menor transgressão faz você sujeito à maldição da lei; poderia, então, imaginar o que seus muitos pecados têm feito de você, miserável condenado? Deus tem determi­nado eliminar tudo isso se retornar e confessar sua iniqüidade. Ele irá depositar todo o fardo nos ombros do Mediador, todavia, se você não concordar em ser salvo, então terá que suportar as conseqüências sozinho. O pecado é uma coisa diferente daquilo que você imagina. A primeira transgressão de Adão ao comer o fruto proibido (a qual foi agravada porque ele teria sido como Deus, porém ele creu na serpente e tornou Deus mentiroso, o que na realidade significou uma completa rejeição do pacto de vida feito com ele) oh, como isso lhe foi penoso! E não somente ele, mas toda a sua descendência, o que é o pior de tudo. E se um pecado trouxe a maldição sobre todos os filhos dos homens, pense, ó alma, como será possível a você suportar o peso de todos os pecados que tem cometido? O pecado faz toda a criação gemer, faz o condenado lamentar e se desesperar, pois estará com um fardo insu­portável sobre si para sempre.
    Nosso Senhor achou o pecado pesado. Isso levou-O a agonizar e tornou Sua alma excessivamente triste até à morte. Deus lamenta que Cristo seja pressionado pela iniqüidade. A carroça é pressionada pela carga que leva, e você, pecador, tratará isso levianamente? Oh, um dia quão pesado você achará seu fardo!


    (2). Enquanto não for convertido você estará entesourando mais e mais ira para o dia da ira. Sua contagem já é alta, mas a cada dia seu placar aumenta. Cada dia você faz novos pontos, embora a consciência esteja tão cauterizada que agora não sente nada. Como a sua pele cobre o seu corpo, proporcionalmente, assim também os vasos da indigna­ção divina ficam mais cheios, os quais por fim serão todos derramados sobre sua cabeça. É uma crueldade anormal fazer mal a si próprio, ser o assassino de sua própria alma. Você está continuamente afastando--se de Deus e fazendo com que Ele fique mais e mais contra você, Aquele que unicamente pode ser seu refúgio e salvação. Você verá afinal que tem sido seu próprio adversário e que tem agido para sua própria confusão. "Acaso é a mim que eles provocam à ira, diz o Senhor, e não antes a si mesmos, para confusão dos seus rostos?" (Jer.7:19).


    (3) . Enquanto não for convertido você se torna cada vez menos apto para a glória e a santidade. Quanto mais impuro você for, menos apto estará para ver Deus. As abominações que você pratica e ama o tornam um habitante inadequado para a Nova Jerusalém. A herança celestial é a herança dos santos. É uma herança incorruptível e impoluta. (I Ped. 1:4). A companhia toda é santa e santos são todos os afazeres. Não há sequer uma palavra vã ou pecaminosa falada, nem é encontrado sequer um desejo ou pensamento impuro dentre os que estão lá. E o que faria lá entre eles, a não ser que uma mudança fosse operada em você?


    (4) . Se não se arrepender, é certo que morrerá eternamente. Assim como a vida é longínqua, assim a morte está próxima. O salmista nos fala que "Deus é um juiz justo, um Deus que se ira todos os dias. Se o homem se não converter, Deus afiará a sua espada; já tem armado o seu arco e está aparelhado. " (Sal. 7:11-12). E quando os instrumen­tos da morte estiverem preparados é um sinal que Deus fará um trabalho rápido e repentinamente eliminará o ofensor. A morte é chamado de "Rei dos Terrores", e em relação aos ímpios este nome é bem merecido. As coisas boas deles são todas recebidas e seus males vêm sobre eles, os quais nunca serão removidos. Tem início seus tormentos para nunca terem um fim. Enquanto Deus for Deus, eles O terão como inimigo. Enquanto Deus for feliz, eles estarão na mais extrema miséria! Poderia a língua pronunciar ou o coração imaginar o horror de tudo isso? Um Senhor irado, vingando-Se do pecado colocará sobre você a carga que merece, e ainda impedirá que você afunde no nada. Ele susterá seu ser para que não se esvaia e você possa ser atormentado para sempre. Ele mostrará Seu supremo poder ao levantá-lo com uma das mãos, para que possa chicoteá-lo com a outra por toda a eternidade.

    N. VINCENT (1669)

    0 comentários: