• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Paciência e longanimidade - LUTERO - Cl 1.9-12





    “... crescendo no pleno conhecimento de Deus; sendo fortalecidos com todo poder, segundo a força de sua glória em toda a perseverança e longanimidade com alegria”. (vv. 10s.)




    Precisamos ser fortalecidos na fé por uma tal força ou poder e devemos buscar esta força e ater-nos a ela por meio da palavra de Deus, e orar para que não haja apenas um começo, mas, também, continuidade e fim e, assim, esse poder aumente mais e mais.Agora, ser, assim, fortalecido e vencer, isso só pode dar-se em meio a muita paciência. Sim, e só paciência não basta, é preciso também longanimidade. E essa se distingue da paciência por ser maior e mais forte. Pois o diabo usa a seguinte tática: se não consegue vencer alguém por meio de sofrimento e tormentos, passa a usar a demora como arma, fazendo com que a paciência seja demais e muito longa, e pareça que não tem fim, de sorte que, finalmente, consegue enfraquecer e cansar a pessoa, tirando-lhe o ânimo e a esperança de vencer.


    Para fazer frente a isso, é necessário, além da paciência, a longanimidade que se mantém firme e constante e continua a sofrer, dizendo assim: “Você não vai conseguir fazer com que isso me parece demais ou muito demorado, mesmo que dure até ao dia do juízo final”. Esse é o verdadeiro e nobre poder cristão, que, em meio à batalha e sofrimento, consegue suportar toda e qualquer demora. Mas, aqui, também precisamos, acima de tudo, o fortalecimento e o poder de Deus através da oração, para que não sejamos derrotados nesta árdua luta, mas cheguemos a bom termo.E essa paciência e longanimidade vocês devem rer e colocar em prática com alegria.

    0 comentários: