• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    NENHUM FILHO DE DEUS SE PERDERÁ



    O justo seguirá o seu caminho firmemente. (Jó 17:9)


    O verdadeiro cristão é uma pessoa que foi tornada justa. O homem justo vive de maneira bem diferente daquela do homem mundano. Ele anda no caminho de Deus, um caminho santo. Deus dá continuamente Sua graça e ajuda ao verdadeiro cristão, para que possa continuar a andar nesse caminho. As vezes a vida será muito severa e difícil e ele caminhará vagarosamente. Outras vezes quase não fará nenhum progresso, mas terá a determinação de continuar avançando. Ele continuará mirando o céu e dando as costas ao mundo. Ele "seguirá seu caminho firmemente".
    Um homem tornasse um verdadeiro cristão por causa da obra de Deus em sua vida. É também pela obra de Deus que o homem continua a ser cristão. A graça e a força que Deus lhe dá ajudam-mo a resistir todas as coisas que estão contra ele. O mundo, a carne e Satanás tentam lhe deter. Entretanto, com a determinação que Deus dá ao crente, ele "segue seu caminho firmemente".
    Nosso texto, "O justo seguirá seu caminho firmemente", nos ensina muito claramente que crentes, santos, irão perseverar; continuarão até o fim. Os cristãos devem entender o que é "seguir firmemente" e também o que não é. A Bíblia não nos ensina que o crente alcançará o céu sem andar pelo caminho reto que o leva até lá. Uma mera profissão de fé em Cristo como Salvador não é suficiente. Nossa fé nEle precisa continuar. Devemos estar diaria­mente nos arrependendo, crendo e orando. O caminho é muitas vezes difícil e o cristão pode cair em pecado. Quando isto acontece, ele não pode descansar ou estar feliz até que volte a Cristo, confesse seu pecado e seja purificado novamente.
    O crente não quer pecar. Ele quer ser perfeito e santo, como seu Pai que está no céu o é. Nós não ensinamos que a partir do momento que alguém crê, ele pode então viver em pecado e ainda ser salvo. Tal ensinamento é muito errado. Um filho de Deus não pode levar uma vida de pecado. E em razão da graça e da ajuda que Deus lhe dá, ele não viverá dessa maneira.

    1. Nós lhes mostraremos, primeiramente, o verdadeiro ensino da Bíblia. Em seguida, explicaremos as lições espirituais qué podemos aprender desse ensino. Será proveitoso ter suas Bíblias à mão, para que possam examinar os diferentes versículos citados.Cremos que Deus tem um povo escolhido. Essas pessoas são redimidas e a elas será dada vida eterna. Cremos que a graça de Deus produz convicção dos pecados nos corações dessas pessoas.

    Primeiramente Deus lhes mostra seus pecados. Em seguida, Deus as leva a crerem em Cristo. Pelo fato de que Cristo é justo, Deus vê os Seus filhos que confiam em Cristo como justos também. Cremos ainda que estas pessoas escolhidas e eleitas certamente serão levadas à glória no céu. Essas doutrinas da graça são como uma corrente, cada uma está ligada às outras. Cada elo na corrente, isto é, cada doutrina, necessita das outras.
    Existem muitas pessoas que não crêem neste ensinamento. Elas nos dizem que na Bíblia há advertência contra as pessoas que abandonam sua fé. Perguntam: "Por que são dados esses avisos se é realmente verdade que "os justos seguirão firmemente seu caminho?" Se não é possível para os verdadeiros cristãos abando­narem sua fé, qual é a necessidade das advertências sobre perder--se? Será que essas advertências não são utilizadas por Deus para que Seu povo não se afaste dEle?"
    Na Epístola aos Hebreus encontramos sérias advertências con­tra o abandono da fé (apostasia). Mas o autor de Hebreus está certo de que os...





    0 comentários: