• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Devocionais - 15 de Setembro


    DEVOCIONAIS
    k
    MORRERAM NA FÉ - (C. H. Spurgeon)
    K
    “Todos estes morreram na fé”, Heb.11:13
    K
    Eis em analogia toda a história destes santos abençoados, os quais dormiram muito antes do nosso Senhor ter vindo! Tão pouco importante nos será como morreram, seja em idade avançada ou através da violência. Este ponto comum a todos eles, dá-lhes o relevo duma coisa que lhes será característico a todos: “Todos morreram na fé”!
    K
    Pela fé viveram – esta sempre foi seu conforto consolador, seu guia e motivação, seu apoio incondicional. Nessa mesma graça persistiram até à morte, terminando assim suas vidas com chave de ouro, depois duma luta doce comum a todos eles, na qual persistiram até ao fim. Não morreram na carne esperando em força própria. Nunca progrediram até Deus sem que haja sido pela fé, mantendo-a até ao fim de suas carreiras frutuosas. Pela fé se morre e se vive eternamente de forma preciosa, tanto na morte com na vida se persiste.
    K
    Morrer na fé traz-nos distintamente ao passado. Eles creram nas promessas que lhes haviam sido feitas, muito tempo antes, havendo sido assegurados que os seus pecados também haviam sido perdoados e apagados para sempre, pela misericórdia de Deus. Morrer na fé traz-nos...
    K
    ____________xx_____________
    K
    CORAÇÃO TEMEROSO - (M. Lutero)
    k
    Leia em sua Bíblia: Salmo 55.1-8,22-23
    “Estremece-me no peito o coração, terrores de morte me salteiam”. (v. 4)
    K
    O pior martírio e sofrimento é aquele que ataca e tortura o coração. Os sofrimentos que atacam o corpo são suportáveis. Neles, o coração pode, até, alegrar-se e fazer pouco caso delas. Trata-se de um sofrimento só pela metade. Afinal, somente o corpo sente dores, enquanto que o coração e a alma podem estar repletos de alegria. Quanto, porém, toca ao coração levar toda a carga, nesse momento, para agüentar, é preciso disposição notável, acima do normal, bem como graça e força toda especial.
    L
    Agora, por que permite Deus que seus amados passem por tudo isso?
    K
    Em primeiro lugar, para guardar seu povo do orgulho. Para que os grandes santos, que receberam de Deus graça e dons especiais, não venham a depositar sua confiança em si mesmos. Por isso precisam passar por apertos...
    ______________xx______________
    k
    SANTOS. ( Chambers )
    k
    "Sede santos, porque eu sou santo", 1 Ped.1.16.
    k
    Destinados a Ser Santos
    k
    Repetidamente deve informar-se a si mesmo sobre o propósito de sua vida. O fim para o qual todo o homem foi criado não é a felicidade pessoal, nem a saúde, mas a santidade. Hoje temos inclinações e gostos demasiado fortes; saímos prejudicados e danificados por causa deles; são gostos e inclinações que achamos corretos, bons, nobres, que ainda hão de ser plenamente realizados, mas que, por agora, Deus terá de atrofiar em todos nós. A única coisa que importa é saber se aceitaremos o Deus que nos tornará santos. Devemo-nos relacionar corretamente com Deus, custe o que nos custar.
    k
    Será que acredito mesmo que preciso ser santo diante de Deus? Será que acredito e tenho plena convicção de que Deus pode participar em minha vida interior e tornar-me totalmente santo? Se, com sua pregação, você me convencer de que não sou santo, certamente que me ressentirei de sua pregação. A pregação do evangelho provoca um enorme ressentimento porque revela que não sou santo; mas também desperta um intenso anseio para sê-lo. Deus tem um único alvo para a raça humana, a saber, a sua total santidade.
    k
    k
    Estes textos estão no tópico - Devocionais

    0 comentários: