• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Uma Breve História do Tempo - Apresentação, Agradecimento e Introdução


    APRESENTAÇÃO

    O físico Stephen Hawking sofre de uma rara doença neuromotora que o deixa confinado a uma cadeira de rodas, comunicando-se por meio de um programa de síntese de voz. A enfermidade, porém, deixou intocado seu intelecto, e hoje ele é um dos maiores físicos teóricos vivos, dedicando seus dias à elaboração de uma grande teoria que poderia explicar todos os fenômenos do Cosmo, unificando a Relatividade e a Mecânica Quântica. Já famoso na comunidade científica, Hawking só ficou conhecido do público em geral com a publicação de Uma Breve História do Tempo. O livro tornou-se um best seller, feito raro para uma obra de divulgação científica, e acabou consagrado como um clássico no gênero. Hoje a Biologia suplantou a Física e a Cosmologia no imaginário popular e na mídia, graças aos avanços da engenharia genética e da neurologia. Apesar disso, a origem do Universo, os buracos negros, a natureza da matéria, da energia, do tempo e do espaço jamais deixarão de ser domínios fascinantes, e Uma Breve História do Tempo é uma introdução acessível a todos eles. Hawking esforçou-se para escrever de forma tão clara quanto possível, eliminando toda equação matemática com exceção da famosa E=mc2. Essa foi, porém, sua única concessão. O autor faz questão de ser completo e rigoroso nas suas explanações, não acedendo à simplificação e ao esquematismo em que caem muitas obras de divulgação científica.




    Este livro é dedicado à Jane

    Agradecimentos

    Resolvi tentar escrever um livro popular sobre o espaço e o tempo depois de ter proferido, em 1982, as conferências de Loeb, em Harvard. Já havia uma quantidade considerável de livros sobre o Universo primitivo e os "buracos negros", desde os muito bons, como o livro de Steven Weinberg, “The First Three Minutes” (1), aos péssimos, que não vou identificar. Senti, contudo, que nenhum deles abordava realmente as questões que me tinham levado a fazer investigação em cosmologia e teoria quântica: De onde surgiu o Universo? Como e por que começou? Irá ter um fim e, se assim for, qual? Estas questões interessam a todos nós. Mas, a ciência moderna tornou-se tão técnica que apenas um número muito pequeno de especialistas é capaz de dominar a matemática utilizada para as descrever. No entanto, as idéias básicas sobre a origem e destino do Universo podem ser formuladas sem matemática, de forma a que as pessoas sem conhecimentos científicos consigam compreendê-las. Foi o que tentei fazer neste livro. O leitor irá julgar se o consegui ou não.

    Alguém me disse que cada equação que eu incluísse no livro reduziria as vendas para metade. Assim, resolvi não utilizar nenhuma. No entanto, no final, "incluí" mesmo uma, a famosa equação de Einstein: E = mc2. Espero que isso não assuste metade dos meus potenciais leitores.

    À exceção de ter tido o azar de contrair a doença de Gehrig ou neuropatia motora, tenho sido afortunado em quase todos os outros aspectos. A ajuda e o apoio da minha mulher Jane e dos meus filhos Robert, Lucy e Timmy, fizeram com que me fosse possível levar uma vida razoavelmente normal e ter uma carreira bem sucedida. Também tive a sorte de escolher física teórica, porque tudo é feito mentalmente. Por isso, a minha incapacidade não tem constituído uma verdadeira objeção. Os meus colegas cientistas têm dado, sem exceção, uma boa ajuda.


    Para continuar, clique aqui

    Este artigo está no tópico - Ciências da Natureza

    O próximo artigo desta série é ESPAÇO E TEMPO

    0 comentários: