• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    O Combate da Fé - Nosso Exército - C. H. Spurgeon


    Os dois artigos anteriores são:
    k
    k
    Nosso Exército

    A Igreja do Deus Vivo

    Agora precisamos passar em revista nosso exército.

    Que podem fazer os homens individuais em uma grande cruzada? Estamos associados com todo o povo do Senhor. Precisamos ter os membros de nossas igrejas como camaradas; eles precisam sair e ganhar almas para Cristo. Precisamos da cooperação de todos os irmãos e irmãs. O que poderemos realizar, a não ser que os salvos saiam, todos eles, em prol da salvação de outros? Mas agora propomos a questão: deve mesmo haver uma igreja? Haverá um exército distinto de santos ou devemos incluir ateus? Você já ouviu falar "da igreja do futuro" que devemos ter em vez da igreja de Jesus Cristo. Como as correntes extremas receberão ateus, podemos esperar que também incluirão espíritos maus. Por certo, será uma igreja maravilhosa quando a virmos! Será qualquer outra coisa que você quiser, exceto uma igreja. Quando os soldados de Cristo tiverem incluído em suas fileiras toda a bandidagem do adversário, será que haverá qualquer exército para Cristo? E isso não significa claramente uma capitulação, uma rendição logo no início da guerra? Acho que sim.

    Não só precisamos crer na igreja de Deus, mas também reconhecê-la de maneira muito clara. Algumas denominações valorizam mais tudo e qualquer coisa que a igreja. Uma reunião da igreja é algo desconhecido. Em algumas denominações "a igreja" significa os ministros ou o clero; mas, na verdade, deve significar todo o corpo de fiéis, além de dar oportunidade para que estes se encontrem e atuem como igreja. Creio que o certo é a igreja de Deus continuar exercendo a obra de Deus na terra. O poder e direção finais são do nosso Senhor Jesus e devem ficar com ele, não com alguns poucos escolhidos por delegação ou patronagem, mas com todo o corpo de crentes. Precisamos mais e mais validar a igreja que Deus confiou aos nossos cuidados e, ao fazer isso, evocaremos uma força que de outra forma permanecerá dormente. Se a igreja é reconhecida por Jesus Cristo, é digna de ser reconhecida por nós; pois somos os servos da igreja.

    Sim, cremos que deve haver uma igreja. Mas igrejas desapontam muitas pessoas. Todo pastor de uma igreja grande confessa isso em sua alma. Não sei se as igrejas de hoje são piores ou melhores do que...
    k
    k
    Este texto está no tópico - C. H. Spurgeon

    0 comentários: