• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Dez Mentiras Sobre o Pecado.


    DEZ MENTIRAS SOBRE O PECADO
    EM QUE O DIABO QUER QUE VOCÊ ACREDITE


    Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira (Jo 8.44).


    Este versículo nos fala muito a respeito da natureza do diabo. O diabo é um mentiroso. As mentiras são a sua língua nativa, e ele as usa ardilosamente. Elas são o seu principal instrumento para a ruína e destruição da humanidade. Na verdade, o diabo assassina através das suas mentiras.

    Paulo tece um comentário sobre as mentiras do diabo numa advertência aos crentes de Corinto: "O que receio, e quero evitar, é que assim como a serpente enganou Eva com astúcia, a mente de vocês seja corrompida e se desvie da sua sincera e pura devoção a Cristo" (2 Co 11.3). Observe as palavras "a mente de vocês" - esta é a área que está sob ataque constante do diabo. A corrupção da mente é uma das principais maneiras de o diabo desviar as pessoas de Cristo (veja também 2 Ts 2.9-10; 1 Tm 4.1).

    É imperativo, portanto, desmascarar as artimanhas de Satanás de tal modo que não abracemos as suas mentiras. O grau da nossa santificação é proporcional à extensão da nossa crença e prática da verdade (Jo 17.17). Devemos estar preparados para resistir aos ataques do diabo familiarizando-nos com os seus desígnios.

    Mentira Um

    O Pecado Traz Realização

    Não existe um pecado que não seja influenciado por essa racionalização. Pensamos que o pecado nos torna mais felizes. Mas, na realidade, o pecado é a causa principal de toda a miséria e infelicidade, tanto nesta vida como na vida por vir. Morte, doença, desavenças, guerra, fome, vício (de qualquer espécie), famílias desmanteladas, ódio, dor, sofrimento e uma miríade de outros males, tudo isso encontra a sua origem no pecado. Não havia nenhuma dessas coisas antes que o pecado tivesse entrado no mundo, e quando os céus e a terra forem recriados em justiça, também lá não estarão (Ap 21.2-4).

    O pecado contradiz diretamente o propósito para o qual nós fomos criados, e jamais seremos felizes num tal estado. Bem no âmago da nossa humanidade, Deus nos fez com o desejo de buscá-lo (At 17.24-28), de aprender os seus mandamentos (Sl 119.73) e de servi-lo com alegria (Sl 100.1-3). A Escritura mostra com muita clareza que a alegria e a satisfação vêm somente do Senhor (Sl 16.11). Nunca seremos verdadeiramente felizes até que realizemos o propósito de Deus para as nossas vidas.

    Isso deveria ser evidente, já que Deus é a fonte de todas as bênçãos, tanto naturais quanto espirituais. Como o doador é maior do que o dom, é razoável supor que a nossa alegria em Deus deveria ser maior do que a nossa alegria pelos dons. É uma afronta a Deus encontrar maior satisfação nos seus dons do que nele próprio. Fazendo isso, estamos trocando o Criador pela criatura...
    k
    k
    Este texto está no tópico - Artigos Teológicos


    0 comentários: