• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Cenário do NOVO TESTAMENTO - Introdução


    Introdução

    O Mundo do Novo Testamento proporciona informação acerca dos tempos em que a igreja nasceu e cresceu, e da situação em que foi escrita a segunda parte do cânon sagrado. Esta não foi produzida num vácuo, mas após longa história das lidas de Deus com Israel. O conhecimento dessa história ajuda-nos a interpretar com maior clareza os primeiros eventos bíblicos da era cristã. Por exemplo, não se pode entender o ensino acerca da salvação a menos que se esteja familiarizado com a criação e com a queda do homem. Também compreende-se melhor o ensino acerca de Cristo na lei de Moisés, bem como a pessoa do Messias em relação com Davi e com as promessas que lhe foram feitas.

    Nesta série, a história do período apostólico é vista da perspectiva de como ela influenciou os acontecimentos do Novo Testamento, inclusive recuada à era intertestamentária, uma vez que seus eventos afetaram o mundo em que viveram Cristo e os apóstolos.

    O estudo da cronologia – a determinação de datas e a seqüência apropriada dos acontecimentos – também é vital a uma interpretação adequada da Palavra de Deus. Este assunto é considerado com algum pormenor nesta série. Os gregos e seu programa de helenização lançaram a base para a cultura da era do Novo Testamento. Muitos dos conflitos e das lutas existentes nos dias de Jesus e da Igreja foram conseqüências do governo de Alexandre e seus sucessores. Os romanos exerceram influência sobre a situação imediata, ao mesmo tempo em que controlavam o governo e as rédeas econômicas da nação, afetando as práticas culturais e religiosas da época.

    O conhecimento dos costumes e práticas judaicos ajuda-nos a entender os conflitos que Jesus enfrentou no seu ministério. Visto que os conflitos de Jesus com os fariseus desempenham papel tão proeminente nos Evangelhos, alguns se surpreendem ao descobrir que muitas das facções e seitas do Judaísmo eram bem diferentes dos fariseus legalistas e tinham compreensão espiritual da Lei.

    Os artigos dedicados a Jesus, aos apóstolos, a Paulo e à Igreja primitiva reúnem os fatos históricos registrados no Novo Testamento. Visto que esses fatos se acham, freqüentemente, espalhados em suas páginas, cremos que muitos leitores da Bíblia achariam mais proveitosa a sua apresentação em forma ordenada. (Para continuar, clique AQUI)

    Este artigo está no Tópico - Bíblia e Bibliologia

    0 comentários: