• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Proximidade é Semelhança.


    Um problema sério e às vezes angustiante para muitos cristãos é sentirem que Deus está longe deles ou eles estão longe dEle, o que vem a dar no mesmo.
    k
    É difícil regozijar-nos no Senhor quando padecemos deste senso de distância. É como procurar ter um claro e quente verão sem sol. Certamente que o maior mal aqui não é intelectual, e não pode ser sanado com recursos intelectuais; todavia, a verdade tem de penetrar na mente antes de poder entrar no coração, e por isso vamos raciocinar juntos sobre isso. Nas questões espirituais só pensamos corretamente quando com ousadia pomos de lado o conceito de espaço. Deus é espírito, e o espírito não habita no espaço. O espaço tem a ver com a matéria, mas o espírito independe dele. Pelo conceito de espaço explicamos a relação dos corpos materiais, uns com os outros.
    k
    Jamais devemos pensar em Deus como estando espacialmente perto ou distante, pois Ele não está aqui ou ali, mas leva o aqui e o ali em Seu coração. O espaço não é infinito, como alguns pensam; somente Deus é infinito, e em, e em Sua infinidade Ele absorve todo o espaço. "Não encho eu os céus e a terra? Diz o SEnhor". Ele enche os céus e a terra, como o oceano enche o balde que afundou nele, e assim como o oceano circunda o balde. Deus faz com o Universo que Ele enche. "Os céus dos céus não te podem conter". Deus não é contido. Ele contém.
    k
    Como criaturas terrenas, naturalmente nos inclinamos a pensar mediante analogias terrenas. "Quem vem da terra é terreno e fala da terra". Deus nos criou como almas viventes e nos deu corpos pelos quais podemos experimentar o mendo que nos cerca e comunicar-nos uns com os outros. Quando o homem caiu, mediante o pecado, começou a pensar que tem alma em vez de o ser. Faz muita diferença, se o homem é um corpo que tem alma, ou uma alma que tem corpo.
    k
    A alma é interna e oculta, enquanto que o corpo está sempre presente para os sentidos; conseqüentemente... (Para continuar clique aqui).
    k
    Este texto está no tópico - Artigos.

    0 comentários: