• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    A Escravidão da Vontade - Martinho Lutero.


    Este é o artigo da série - Escravidão da Vontade de Martinho Lutero:
    k
    ESCRAVIDÃO DA VONTADE:
    kk
    k
    Obs: O estilo de Lutero normalmente nos impeliria a acrescentar certas palavras, toda vez que emprega a expressão "livre-arbítiro". Por exemplo: o livre arbítirio que você supões que existe. Entretanto temos procurado refletir o sentido tencionado por Lutero usando aspas - "livre-arbítrio".
    kk
    Argumento 09 - Paulo é absolutamente claro ao refutar o "livre-arbítrio".

    Os argumentos usados por Paulo são tão claros que é de admirar que alguém possa compreendê-los mal. Diz ele: "... todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; NÃO HÁ QUEM FAÇA O BEM, NÃO HÁ NEM UM SEQUER..." Estou admirado do fato de que certas pessoas afirmam: "Algumas pessoas não se extraviaram, não se fizeram inúteis, não são más e nem pecadoras. Há alguma coisa no homem que o inclina para o bem". Ora, Paulo não fez essas declarações em apenas algumas passagens isoladas. Algumas vezes ele as fez em termos positivos, em outras vezes, em termos negativos, usando palavras diretas ou utilizando contrastes. O sentido literal de suas palavras, todo o contexto e o escopo inteiro de seu argumento afunila-se neste pensamento: à parte da fé em Cristo nada existe senão pecado e condenação. Meus oponentes estão derrotados, ainda que não queiram se render!!Porém, não está ao meu alcance convencê-los disso. Deixo isso à operação do Espírito Santo.

    Argumento 10 -
    O estado do homem sem o Espírito de Deus mostra que o "livre-arbítrio" nada pode fazer de natureza espiritual.

    No trecho de Romanos 8.5, Paulo divide a humanidade em duas categorias - aqueles que são "carne" (ou da natureza pecaminosa) e aqueles que são do "ESpírito (ver também João 3.6). Isso só pode significar que aqueles que não têm o Espírito estão na carne e continuam presos à uma natureza pecaminosa. Paulo insiste que "...se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dEle" (Rm 8.9). Isso significa, obviamente, que aqueles que estão sem o Espírito pertencem a Satanás. O "livre-arbítrio" não os tem benificiado muito! Paulo afirma que "... os que estão na carne não podem agradar a Deus" (Rm 8.8). Ele diz que "... o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar" (Rm 8.7). É impossível que tais pessoas possam fazer qualquer esforço, por conta própria, para agradar a Deus.

    Um homem de nome Orígenes sugeriu que cada pessoa tem uma "alma" dotada de capacidade de voltar-se para a "carne" ou para o "Espírito". Mas isso é apenas produto da imaginação. Ele sonhou com tal idéia! Ele não tinha qualquer... (Para continuar lendo clique aqui).
    k
    Este texto está no tópico - Artigos em Série.

    0 comentários: