• Puro conteúdo Reformado!

    ReformedSound

    .

    .

    Confraria Calvinista



    Nasci em uma família evangélica de pai, mãe, avós maternos e paternos, o que fez com que eu, muito cedo, começasse a lidar com termos bíblicos, ainda que esses termos não tivessem um significado pleno pra mim.

    Um desses termos era “Igreja invisível de Cristo na Terra”. Por mais próximo que pudesse chegar desse conceito, isso não passava de pura abstração.

    Era muito mais simples lidar com a realidade mais imediata como “Igreja Local”, ou a denominação, num sentido mais amplo, em função dos congressos das federações estaduais ou, mais raramente, as confederações nacionais. E somente a alguns poucos essa realidade se ampliava para um âmbito internacional. Mesmo assim, em grande parte, dentro dos limites denominacionais. Esse era o conceito mais amplo de Igreja de Cristo na Terra que minha mente poderia alcançar, ainda que continuasse uma abstração.

    Entretanto, dois importantes eventos do final do século XX e início do XXI vêm impondo significativas alterações – tanto nos conceitos, quanto na realidade -, daquilo que percebemos, entendemos e experimentamos a respeito da Igreja de Cristo na Terra.

    O primeiro deles seria o gigantismo amórfico que o evangelicalismo vem experimentando no mundo, em uma multiplicação quantitativa geométrica sem o correspondente crescimento qualitativo. E fomos apanhados de surpresa em uma Babel Evangélica, onde a língua falada abandonou sua referência original e imperiosa – a Palavra de Deus, ou o Sola Scriptura... (Para continuar lendo clique aqui).

    0 comentários: